Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

7 Dias Nutridos de Sabores

Sou uma apaixonada pelo mundo da cozinha e tenho o gosto de partilhar as minhas receitas favoritas. Considero este blog como o meu encantador livro de receitas. Receitas ricas de aromas e sabores memoráveis.

7 Dias Nutridos de Sabores

28
Mai24

Pão caseiro de Trigo e Milho

Hoje, 28 de Maio, assinala-se o Dia Internacional pela Saúde da Mulher. Neste dia, governos, agências internacionais, organizações civis e outros tipos de entidades unem-se na promoção da saúde feminina. Segundo a Dra. Margarida Martinho (Secretária Geral da Sociedade Portuguesa de Ginecologia) "A vulnerabilidade feminina face a certas doenças e causas de morte está, muitas vezes, mais relacionada com a situação de desigualdade da mulher na sociedade do que com fatores biológicos."

Para se conseguir mudar esta situação exige-se o esforço diário de todos!

Bem, acerca do título deste post...

"Abandonado" estava um cubo de fermento de padeiro fresco que serviu para fazer por este pão de trigo e milho para o nosso lanche a meio da manhã.

Este pão, por ser feito com uma mistura de farinha de trigo e farinha de milho, apresenta-se com uma crosta dourada e crocante e um interior macio, muito saboroso.

Saído do forno, uns minutos para amornar, e fomos muito felizes com um pedaço deste pão barrado com manteiga.

IMG_4450.jpeg


IMG_4458.jpeg


Pão caseiro de Trigo e Milho
 

  • 30 g fermento de padeiro fresco 
  • 100 ml água
  • 10 g açúcar amarelo 
  • 3 ovos M
  • 100 g farinha de milho fina
  • 12 g sal 
  • 40 g azeite
  • 500 g farinha de trigo T65


Preparação:

  1. Numa taça, dissolva o fermento de padeiro na água morna.
  2. Numa tigela, coloque o açúcar, os ovos, a farinha de milho e o sal e bata com a batedeira (com varas de arame) durante 1 minuto. Acrescente a mistura de fermento e bata por mais 1 minuto. Junte o azeite e bata por 30 segundos. Adicione a farinha de trigo e continue a bater (com as varas de amassar) por uns segundos, até incorporar todos os ingredientes.
  3. Polvilhe a bancada com um pouco de farinha, vire a massa e molde-a em forma de bola. Coloque-a dentro da tigela e cubra com película aderente. Deixe levedar num local aquecido durante 1 hora.
  4. Retire a massa da tigela, forme um retângulo e coloque-o num tabuleiro forrado com papel vegetal. Pincele levemente a superfície do pão com água e polvilhe com um pouco de farinha de trigo. 

    IMG_4459.jpeg

  5. Leve ao forno pré-aquecido a 180 °C por cerca de 45 minutos, ou até que o pão esteja douradinho. 
  6. Retire do forno e deixe arrefecer em cima de uma grelha.

Bom apetite!

22
Abr24

A terra gera, eu uso: Bolo de Cenoura e Laranja (sem gordura)

Celebra-se hoje o Dia Mundial da Terra com a pretensão de alertar para a importância do planeta e a necessidade de preservar os recursos naturais do mundo, tendo como tema este ano - Planeta versus Plásticos.

Agora, trago boas notícias! Reduzir a gordura não significa reduzir o sabor! Criei esta receita para todos os apreciadores de Bolo de Cenoura, especialmente para aqueles que necessitam de limitar a ingestão de gorduras no seu dia a dia! Além disso, é o bolo perfeito para colocar na lancheira dos miúdos.

Este bolo alto, fofo, não muito doce e maravilhosamente temperado com especiarias, que, ao contrário ao que comumente se pensa dos bolos sem adição de gordura, não fica ressequido... ainda é super saboroso!

Contrariamente ao que se infere do apetite contemporâneo, é a félix culpa da gula que nos traz o prazer de comer! (1)

Na vez de atenuar a frustração na comida, bora lá a uma caminhada!

IMG_4191.jpeg

 

IMG_4190.jpeg


Bolo de Cenoura e Laranja
(Sem gordura)

  • 300 g Cenoura cozida
  • 40 g Flocos de Aveia finos
  • 3 Ovos
  • 150 ml Sumo de Laranja
  • 1 colher de sopa Vinagre de Cidra
  • Raspa de 1 Laranja
  • 270 g Açúcar amarelo
  • 400 g Farinha de trigo para bolos com fermento 
  • 1 colher de chá Fermento em pó
  • 1 colher de chá Canela em pó 
  • 1 pitada de Cardamomo em pó 


Cobertura (opcional):

  • 125 g Chocolate culinária
  • 40 ml Natas líquidas 
  • 70 g Miolo de Noz, picado grosseiramente 


Preparação:

  1. Bata as claras em castelo e reserve.
  2. Coloque a cenoura cozida, as gemas, os flocos de aveia, o sumo e a raspa de laranja, o vinagre e o açúcar num liquidificador ou processador de alimentos e misture tudo muito bem até ficar uma mistura cremosa e uniforme. Transfira para uma tigela, junte a farinha (peneirada), o fermento, a canela e o cardamomo e envolva com uma colher de silicone.
  3. Por fim, envolva as claras em castelo em duas fases.
  4. Verta numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha.

    IMG_4187.jpeg

  5. Leve ao forno pré-aquecido a 180°C, por cerca de 45 minutos. Faça o teste com um palito.
  6. Aguarde que o bolo arrefeça por, pelo menos, 30 minutos na forma antes de desenformar.

    IMG_4197.jpeg

  7. Prepare a cobertura: derreta o chocolate, em banho-maria ou no microondas, juntamente com as natas e mexa até obter uma mistura uniforme.
  8. Quando o bolo estiver completamente frio, cubra com o creme de chocolate e distribua as nozes. 

Bom apetite!

 

(1) Comer por “gula” não significa ter compulsão alimentar. Isso é mito. Gostar muito de comer não significa ter uma compulsão alimentar. Exagero alimentar é diferente de compulsão alimentar.

07
Abr24

Sarda e Batatas Assadas com Alho e Ervas Aromáticas: para apreciar na hora, e depois, de cozinhar!

Hum, desta vez não vou perder-me em palavras, deixo apenas a sugestão para comerem mais vezes peixe!

IMG_4104.jpeg


Sarda e Batatas Assadas com Alho e Ervas Aromáticas

  • 3 sardas, escaladas
  • 500 g batatas (para cozer)
  • água q.b
  • 4 colheres de sopa vinho branco
  • sal q.b
  • pimenta preta q.b
  • 6 dentes de alho
  • 4 colheres de sopa de azeite
  • 1/2 colher de sopa de orégãos secos
  • 1 colher de sopa de salsa fresca, picadinha
  • 1 couve penca, grande


Preparação:

  1. Descasque as batatas e corte-as aos bocados. Coza em água com um pouco de sal. As batatas devem ficar "al dente" para que não se desfaçam quando forem envolvidas na marinada e porque ainda vão ao forno. Quando a água começar a ferver, baixe o lume e deixe cozinhar por apenas 5 minutos. Depois, escorra a água. Junte 2 dentes de alho picadinhos, 2 colheres de sopa de azeite, pimenta a gosto e a salsa picadinha, envolva cuidadosamente nas batatinhas. A meio do tempo da assadura do peixe coloque-as no tabuleiro, à volta do peixe. Adicione um fio de azeite.
  2. Coloque num tabuleiro, o vinho branco, 2 dentes de alho picadinhos, 2 colheres de sopa de azeite e os orégãos e misture. Envolva o peixe na marinada, tempere com sal e pimenta. Leve ao forno a 200ºC por cerca de 30 minutos, virando cuidadosamente a meio do tempo. Deixe assar até que o peixe e as batatinhas estejam dourados.
  3. Entretanto lave a couve e corte-a em tiras. Coloque-a num tacho e deixe cozer em água temperada com sal. Quando a água começar a ferver, baixe o lume e coza-a em lume brando por cerca de 10 minutos. Escorra, adicione um fio de azeite e junte 2 dentes de alho picadinhos. Salteie durante alguns minutos.
  4. Pronto a servir!

Bom apetite!

04
Abr24

Regresso ao equilíbrio: Cogumelos Shiitake estufados com Puré de Batata

Depois destes "dias doces" estava na altura de voltar ao equilíbrio! O almoço de hoje, teve sabor e leveza!

Para "fugir" ao rotineiro arroz, preparei um puré bem aveludado e gostoso! Soube bem, muito bem! Uma dupla satisfação, uma durante e outra após a refeição.

IMG_4094.jpeg


Cogumelos Shiitake estufados com Puré de Batata
(2 doses)

  • 1 Cebola
  • 2 Dentes de Alho
  • 1 Tomate maduro
  • 4 colheres de sopa de Azeite Virgem-Extra
  • 1 colher de chá de Mistura de Especiarias Orientais 
  • 1 colher de sopa de Vinho Branco 
  • Salsa fresca
  • 100 g de Cogumelos Shiitake
  • 1 Cenoura pequena 
  • 1 chávena de chá de Ervilhas
  • 1/3 Couve lombarda 
  • 4 Batatas grandes
  • 1/2 colher de sopa de Manteiga
  • 2 colheres de sopa de Leite 
  • Noz-moscada q.b
  • Sal q.b
  • Pimenta preta q.b
  • Água q.b

 

Preparação:

  1. Prepare o puré: coloque as batatas (descascadas e cortadas em pedaços) numa panela e adicione água fria suficiente para cobrir. Adicione o sal e pimenta a gosto. Tape com um testo e coloque a ferver em lume alto. Depois, reduza o lume e deixe a cozinhar até que as batatas estejam bem macias, cerca de 15 minutos. Faça o teste com uma faca, esta deve passar com muita facilidade pela batata. Escorra as batatas e esmague utilizando um passe-vite, para a panela em que foram cozidas. Adicione o leite, a manteiga e uma pitada de noz-moscada, retifique o sal e a pimenta, e misture bem.
  2. Lave rapidamente os cogumelos em água fria. Eles são muito porosos, por isso não devemos mergulhá-los na água. Corte os cogumelos ao meio. Reserve.
  3. Leve um tacho ao lume com o azeite e a cebola picada. Deixe refogar um pouco, adicione os dentes de alho picados e o tomate pelado aos bocadinhos. Desfaça o tomate com a ajuda de uma colher. Junte a mistura de especiarias orientais. Deixe cozinhar durante 2 minutos. Junte o vinho branco e deixe evaporar o álcool.
  4. Adicione os cogumelos, a cenoura (cortada em cubos) e a salsa picadinha (a gosto). Acrescente um pouco de água e tempere com sal e pimenta (a gosto). Depois de ferver, deixe cozinhar por cerca de 10 minutos em lume brando. De seguida, acrescente o repolho (cortado em juliana) e as ervilhas. Se for necessário acrescente um pouco de água. Deixe cozinhar por 10 minutos. Retifique o tempero se necessário.
  5. Retire e sirva de imediato com o puré.

Bom apetite!

09
Jan24

Aletria de Arroz com Banana e Sultanas

(Sem açúcar, lactose, glúten e ovos)

Na construção do puzzle dos doces momentos em 2024 esta "peça" gastronómica é basilar. Uma Aletria cheia de Alegria, concebível para todos! Uma receita saudável, com um resultado final cremoso e primoroso!

IMG_3367.jpeg


Aletria de Arroz com Banana e Sultanas

  • 100 g de Massa de Arroz fina
  • 2 Bananas* (bem maduras)
  • 2 Colheres de Sopa (cheias) de Xarope de Agave
  • 500 ml Bebida vegetal de Aveia 
  • 2 Colheres de Sopa de Manteiga (sem lactose)
  • 2 Cascas de Limão 
  • 1 Pau de Canela 
  • 1 Pitada de Sal
  • Canela em pó q.b
  • Sultanas q.b


Preparação:

  1. Coloque ao lume um tacho com a bebida vegetal, o xarope de agave, uma pitada de sal, a manteiga, as cascas de limão e o pau de canela e deixe ferver. Entretanto, esmague bem as bananas com um garfo e desfaça levemente a massa de arroz. Para soltar a massa parta o novelo nas extremidades.
  2. Adicione a massa e a banana à bebida vegetal e mexa gentilmente. Cozinhe a massa cerca de 5 a 6 minutos, mexendo de vez em quando com um garfo.
  3. Depois de a massa estar cozida, remova o tacho do lume, retire o pau de canela e as cascas de limão. Verta o preparado em pratos individuais ou numa travessa. Distribua umas sultanas (ao seu gosto) e decore com canela em pó. Deixe arrefecer, sirva e...

Bom apetite!

 

Dicas:

*Para esta receita sugiro que utilizem a nossa Banana da Madeira, a mais saborosa e doce.

23
Out23

Feliz segunda-feira! Happy Monday!

Com uma delícia…

Segunda-feira, primeiro dia (útil) de uma nova semana, é importante que começe com uma atitude positiva e "fresca". Para "dar um up", que tal esta delícia? 😉

IMG_1477.jpeg

 

❤️Sigam a receita Panquecas com Canela e Limão (Sem glúten e lactose), e besuntem-se com chocolate, mel, geleia, compota, ...!

Bom apetite!

18
Set23

Um “estrondo” de Crepe!

Sinceramente, acho que os crepes assentam bem a qualquer hora do dia e em qualquer altura do ano! Os crepes doces são perfeitos para o pequeno-almoço e lanche, e as alternativas salgadas são óptimas para um brunch, uma “entrada” ou, ainda, refeição principal.

São o petisco reconfortante perfeito, seja na companhia de família/amigos ou num momento a dois!

Estes crepes são esplêndidos para todos os que desejam desfrutar de uma refeição "low carb" e bem saborosa!  

IMG_1900.jpeg

Uma receita imprescindível se pretendem incluir legumes ao vosso cardápio!

 

Crepes recheados com Shiitake e Legumes 

Para os Crepes:

  • 100 g de Farinha de Trigo
  • 1 Pitada de Sal
  • 200 ml de Leite meio-gordo (à temperatura ambiente)
  • 2 Ovos M (ligeiramente batidos)
  • 50 g de Manteiga sem sal (derretida)

 

  1. Comece por preparar os crepes: Numa tigela misture a farinha e o sal. Abra uma cova no centro e adicione os ovos e o leite. Misture muito bem. De seguida, mexendo sempre, misture a manteiga. Passe a mistura por um coador para uma tigela (para remover quaisquer grumos).
  2. Numa frigideira anti-aderente, coloque um pouco da manteiga e espalhe bem com um pouco de papel de cozinha. Quando estiver bem quente, coloque uma concha de massa no centro da frigideira e rode-a rapidamente, para espalhar muito bem e ficar uma camada uniforme e fina. Quando ganhar uma cor, vire o crepe com jeitinho, para que coza do outro lado. Quando estiver pronto, coloque num prato.

    IMG_1836.jpeg

  3. Repita o processo até acabar a massa. É importante que mexa sempre a massa antes de colocar na frigideira. 

 

 Para o Recheio:

  • 250 g de Cogumelos Shiitake (frescos)
  • 1/2 Couve Lombarda, pequena
  • 2 Cenouras, pequenas
  • 1 Alho Francês, grande
  • 1/4 de Pimento (vermelho)
  • 2 Cebolas, pequenas
  • 6 Dentes de Alho
  • 3 Colheres de Sopa (cheias) de Azeite
  • 1 Colher de Sopa de Vinho Branco
  • Sal e Pimenta preta q.b
  • Oregãos secos q.b
  • 2 Ovos (para panar)
  • Pão ralado (para panar)
  • Óleo (para fritar)

 

  1. Lave os cogumelos sob água corrente, para remover a sujidade, escorra-os bem e envolva-os num pano seco (para eliminar o excesso de humidade). Remova a ponta do caule dos cogumelos. Corte os cogumelos em tiras. 
  2. Numa frigideira coloque 1 c. sopa de azeite, 1 cebola e 2 dentes de alho (ambos picadinhos). Quando estiverem translúcidos junte os cogumelos e deixe saltear, em lume médio-alto, até que estejam ligeiramente dourados. Tempere com sal, pimenta e oregãos, e envolva tudo muito bem. Retire para uma taça e reserve.
  3. Lave bem a couve lombarda e corte-a em tiras finas. Descasque a cenoura e rale-a grosseiramente. Lave bem o alho francês e corte-o em meias luas. Corte o pimento em quadradinhos. Descasque e pique 1 cebola e 4 alhos.
  4. Coloque a cebola e os alhos num tacho com 2 c. sopa de azeite e deixe refogar um pouco. Junte os legumes todos, o vinho branco e tempere com sal e pimenta. Envolva tudo muito bem e deixe cozinhar cerca de 10 minutos. Retifique o tempero, se necessário, e mexa. Retire para uma taça e deixe arrefecer completamente.

    IMG_1844.jpeg

  5. Deite uma folha de crepe num prato e coloque uma porção de legumes e outra de cogumelos.

    IMG_1852.jpeg

  6. Dobre as pontas laterais e enrole-o. Repita o processo até terminar os crepes.

    IMG_1864.jpeg

  7. Passe os crepes pelo ovo batido e por pão ralado.

    IMG_1868.jpeg

  8. Frite os crepes, de ambos os lados, em óleo quente. Depois de fritos, deixe-os escorrer sobre papel absorvente.
  9. Sirva-os de imediato.


Bom apetite!

 
Dicas:
  • Caso não queira servir os crepes todos no mesmo dia pode congelar já panados.
  • Junte ao recheio tomate, xuxu, berinjela, milho, courgette, abóbora, batata-doce, brócolos, espargos, couve flor, beterraba, rabanete, o que quiser, ficará fantástico!
13
Set23

Barquinhos de Beringela, bem abastecidos!

Da terra e do mar!

Carregados com vitaminas e minerais estes “barquinhos”, com poucas calorias, são um "estrondo"!

Uma refeição deliciosa e leve, sem carne, que encanta! Provem!

IMG_1997.jpeg


Barquinhos de Beringela com Legumes e Atum

  • 2 Beringelas, pequenas
  • 1/2 Lata de Atum em Azeite
  • 1 Cebola, pequena
  • 4 Dentes de Alho
  • 2 Colheres de Sopa de Vinho Branco
  • 1 Cenoura (descascada e ralada grosseiramente)
  • 1 Alho-francês, grande (cortado em rodelas)
  • 1/3 Pimento Vermelho (sem sementes, cortado aos quadradinhos)
  • 6 Azeitonas pretas (cortadas aos bocados)
  • Salsa, picadinha q.b
  • 4 Fatias de Queijo Flamengo
  • Azeite q.b.
  • Sal q.b.
  • Pimenta preta q.b.
  • Oregãos secos q.b


Preparação: 

  1. Comece por lavar muito bem as beringelas. Corte ao meio e retire cuidadosamente a polpa com um boleador de fruta (se não tiver use uma colher de chá), sem chegar muito ao fundo.
  2. Descasque e pique bem a cebola e os alhos, e coloque num tacho com 2-3 colheres de sopa de azeite. Cozinhe em lume brando, até que fiquem translúcidos.
  3. Adicione a polpa das beringelas (em pedacinhos), o alho-francês, o pimento, a cenoura e mexa bem. Aumente um pouco o lume. 
  4. Refresque com vinho branco e tempere com sal e pimenta (a gosto).
  5. Reduza o lume, tape o tacho e deixe cozinhar até que os legumes estejam macios.
  6. Acrescente as azeitonas e a salsa, e misture bem.
  7. Pincele o fundo de uma travessa com azeite e coloque as metades de beringela. Recheie cada metade com atum e o preparado anterior.

    IMG_1986.jpeg

  8. Cubra cada metade com 1 fatia de queijo.
  9. Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC, cerca de 15 minutos, para gratinar.
  10. Retire do forno, regue com um fiozinho de azeite e polvilhe com um pouco de oregãos. Sirva de imediato.

Bom apetite!

25
Ago23

Arroz Caldoso com Cogumelos Shimeji

Aprecio os Cogumelos Shimeji pelo seu sabor mas, também, pelos diversos benefícios que trazem à nossa saúde, como p. ex. contribuem para o funcionamento do sistema digestivo, fortalecem o sistema imunitário, contribuem para a  regulação dos níveis de açúcar no sangue (excelentes para diabéticos) e ajudam no combate contra as doenças cardiovasculares.

A satisfação de ver o Arroz Carolino a ganhar o sabor do cogumelo fresco e uma textura cremosa, é algo reconfortante! A preparação deste prato é descomplicada e rápida, e a combinação dos cogumelos com o ovo, a cenoura e as ervilhas, funciona maravilhosamente, o que impressiona todos os que o provam! Até já estou com fome!

Se nunca prepararam um Arroz Caldoso com Cogumelos, está na hora de fazê-lo! E não precisam de esperar por uma ocasião especial!

IMG_1683.jpeg

 

Arroz Caldoso com Cogumelos Shimeji
(Para 2 pessoas)

  • 150 g de Cogumelos Shimeji (castanhos ou brancos)
  • 1 Chalota (picadinha)
  • 4 Dentes de Alho (picadinhos)
  • 1 Tomate
  • 40 g de Pimento vermelho 
  • 30 ml de Vinho Branco
  • 170 g de Arroz Carolino Vaporizado
  • 1 Cenoura pequena (cortada em rodelas)
  • 1/2 Chávena de Chá de Ervilhas
  • 1 Colher de Sopa de Manteiga
  • 50 g de Queijo da Ilha de S. Jorge
  • +/- 500 ml de Água (quente)
  • Azeite q.b
  • Sal q.b
  • Pimenta preta q.b
  • 2 Ovos
  • Salsa fresca

 

Preparação:

  1. Limpe e retire a base dos cogumelos shimeji. Reserve.
  2. Num tacho coloque a chalota e os alhos picadinhos a refogar com azeite. De seguida, adicione o tomate, previamente descascado, cortado aos pedacinhos.
  3. Corte o pimento aos cubinhos e junte ao tacho. Deixe cozinhar durante cerca de 1 minuto.
  4. Refresque com o vinho branco e deixe evaporar o álcool.
  5. Junte o arroz e salteie.
  6. Adicione a água quente, deixe levantar fervura e tempere com sal e pimenta. Acrescente os cogumelos, a cenoura e as ervilhas e deixe cozinhar em lume brando, cerca de 18 a 20 minutos, até o arroz estar cozido. Não se esqueça de ir mexendo, de vez em quando, ao longo da cozedura e, se necessário, acrescente água quente.
  7. Enquanto o arroz coze, coloque os ovos a escalfar: assim que a água estiver a ferver, adicione uma colher de chá de vinagre para ajudar a clara do ovo a coagular (aperfeiçoando o aspeto final); baixe o lume e coloque o ovo no centro do tacho; deixe escalfar durante 2 a 3 minutos - o ovo estará pronto assim que a clara estiver completamente definida; retire o ovo com a ajuda de uma espumadeira e coloque em cima de papel de cozinha para retirar o excesso de água. Reserve.
  8. No final da cocção do arroz, retifique os temperos. Desligue o lume, misture a manteiga e metade do queijo ralado. Sirva de imediato com os ovos escalfados, polvilhe o restante queijo ralado e junte um raminho de salsa.

Bom apetite!

11
Ago23

Fusilli de/com Legumes e Atum

(Isento de glúten e lactose)

O Fusilli vegan, isento de glúten, sem lactose, e com um alto teor em fibra e proteína, é um produto muito versátil que nos permite combinar com diversos ingredientes vegetais e/ou de origem animal (atum, salmão, camarão, fiambre, salsicha, carnes brancas/vermelhas, ...). 
É a massa ideal para pessoas que procuram uma alimentação equilibrada.

Aqui está uma maneira muito fácil e diferente de beneficiar das lentilhas, das ervilhas e do grão-de-bico. Uma boa forma de colocarem os graúdos e os mais pequenos a comerem legumes e peixe, sem torcer o nariz. Espero que fiquem animados a experimentar!

IMG_1596.jpeg


Fusilli de/com Legumes e Atum

  • 200 g de Fusilli de lentilha vermelha, ervilha e grão-de-bico (100% vegetal)
  • 1 Chalota 
  • 2 Dentes de Alho
  • 1/2 Couve Roxa 
  • 1 Cenoura 
  • 1 Xuxu
  • 1/3 de Pimento vermelho 
  • 1 Lata de Atum
  • 2 Colheres de Sopa de Azeite
  • 700 ml de Água 
  • Sal
  • Pimenta-preta


Molho Bechamel
(Sem glúten e lactose)

  • 250 ml de Água, de cozer a massa (se preferir, utilize uma bebida vegetal)
  • 1 Dente de Alho
  • 10 g de Manteiga sem lactose 
  • 1 Colher de Sopa de Azeite 
  • 10 g de Farinha de Milho Tipo 70 (de cor amarela, de granulometria fina e ligeira)
  • Sal
  • Pimenta preta
  • 1 pitada de Noz-moscada ralada


Preparação do Bechamel:

  1. Num tacho pequeno aqueça a manteiga e depois adicione o azeite.
  2. Junte a farinha e envolva bem. Deixe cozinhar por 1-2 minutos, mexendo sempre, com uma colher de silicone.
  3. Gradualmente, junte a água quente mexendo sempre sem parar para não formar grumos.
  4. Acrescente o alho picadinho, a noz-moscada e o sal a gosto. Envolva tudo muito bem.
  5. Deixe cozinhar até o molho engrossar e ficar um creme. (À medida que o molho arrefecer, vai engrossar).

 

Preparação:

  1. Corte a cenoura, o pimento e o xuxu em cubos, e a couve roxa em juliana. Reserve.
  2. Coza o fusilli durante 6-8 minutos em água temperada com sal. Escorra e reserve a água da cozedura.
  3. Salteie a chalota e os dentes de alho picados e adicione posteriormente a couve roxa e a cenoura. Tempere com sal e pimenta. Deixe cozinhar até murcharem, junte um pouco da água de cozer a massa e cozinhe por 3 minutos. De seguida, junte o pimento e o xuxu, e misture. Retifique os temperos se for necessário. Deixe cozinhar por mais 3-4 minutos.
  4. Pré-aqueça o forno a 180º C.
  5. Disponha os legumes em duas travessas pequenas ou, se preferir, numa travessa média. Distribua o atum e junte o fusilli. Por fim, cubra com o molho bechamel. (Se desejar, polvilhe com oregãos).
  6. Leve ao forno por cerca de 7-10 minutos.
  7. Retire do forno e sirva de seguida.

Bom apetite!

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Direitos de Autor

Todas as fotografias publicadas são da minha autoria, incluindo a sua edição. Por favor, não utilizem as minhas fotografias sem a minha autorização. Muito obrigada.

Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub