Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

7 Dias Nutridos de Sabores

Sou uma apaixonada pelo mundo da cozinha e tenho o gosto de partilhar as minhas receitas favoritas. Considero este blog como o meu encantador livro de receitas. Receitas ricas de aromas e sabores memoráveis.

7 Dias Nutridos de Sabores

04
Abr24

Regresso ao equilíbrio: Cogumelos Shiitake estufados com Puré de Batata

Depois destes "dias doces" estava na altura de voltar ao equilíbrio! O almoço de hoje, teve sabor e leveza!

Para "fugir" ao rotineiro arroz, preparei um puré bem aveludado e gostoso! Soube bem, muito bem! Uma dupla satisfação, uma durante e outra após a refeição.

IMG_4094.jpeg


Cogumelos Shiitake estufados com Puré de Batata
(2 doses)

  • 1 Cebola
  • 2 Dentes de Alho
  • 1 Tomate maduro
  • 4 colheres de sopa de Azeite Virgem-Extra
  • 1 colher de chá de Mistura de Especiarias Orientais 
  • 1 colher de sopa de Vinho Branco 
  • Salsa fresca
  • 100 g de Cogumelos Shiitake
  • 1 Cenoura pequena 
  • 1 chávena de chá de Ervilhas
  • 1/3 Couve lombarda 
  • 4 Batatas grandes
  • 1/2 colher de sopa de Manteiga
  • 2 colheres de sopa de Leite 
  • Noz-moscada q.b
  • Sal q.b
  • Pimenta preta q.b
  • Água q.b

 

Preparação:

  1. Prepare o puré: coloque as batatas (descascadas e cortadas em pedaços) numa panela e adicione água fria suficiente para cobrir. Adicione o sal e pimenta a gosto. Tape com um testo e coloque a ferver em lume alto. Depois, reduza o lume e deixe a cozinhar até que as batatas estejam bem macias, cerca de 15 minutos. Faça o teste com uma faca, esta deve passar com muita facilidade pela batata. Escorra as batatas e esmague utilizando um passe-vite, para a panela em que foram cozidas. Adicione o leite, a manteiga e uma pitada de noz-moscada, retifique o sal e a pimenta, e misture bem.
  2. Lave rapidamente os cogumelos em água fria. Eles são muito porosos, por isso não devemos mergulhá-los na água. Corte os cogumelos ao meio. Reserve.
  3. Leve um tacho ao lume com o azeite e a cebola picada. Deixe refogar um pouco, adicione os dentes de alho picados e o tomate pelado aos bocadinhos. Desfaça o tomate com a ajuda de uma colher. Junte a mistura de especiarias orientais. Deixe cozinhar durante 2 minutos. Junte o vinho branco e deixe evaporar o álcool.
  4. Adicione os cogumelos, a cenoura (cortada em cubos) e a salsa picadinha (a gosto). Acrescente um pouco de água e tempere com sal e pimenta (a gosto). Depois de ferver, deixe cozinhar por cerca de 10 minutos em lume brando. De seguida, acrescente o repolho (cortado em juliana) e as ervilhas. Se for necessário acrescente um pouco de água. Deixe cozinhar por 10 minutos. Retifique o tempero se necessário.
  5. Retire e sirva de imediato com o puré.

Bom apetite!

31
Mar24

🐣Bolo de Avelãs com Pepitas de Chocolate

O sino da igreja toca a rebite, chama o padre e os irmãos para a Missa Pascal! A "tropa" acorda, pela casa navegam os mais variados aromas, e a mesa está farta de lambujem! O Pão-de-Ló Húmido, que a minha querida "MJ" adora, não falta e a fazer-lhe companhia está este Bolo de Avelãs com Pepitas de Chocolate, fofo e húmido, ultra saboroso, ambos preparados hoje de manhã bem cedinho.

Este é um bolo que se for servido quente ou morno, cada dentada é carregada com uma porção de pepitas de chocolate "pegajosas", coadjuvada com o requinte da avelã, tornando-se algo maravilhosamente escandaloso!

IMG_4061.jpeg

IMG_4055.jpeg

IMG_4065.jpeg


Bolo de Avelãs com Pepitas de Chocolate

  • 100 g de avelãs inteiras com pele ou farinha de avelã
  • 210 g de açúcar mascavado 
  • 4 ovos grandes 
  • 300 g de iogurte sólido natural (usei, iogurte Skyr)
  • 100 g de manteiga com sal
  • 270 g de farinha de trigo para bolos com fermento
  • 30 g de fécula de batata 
  • (4 g) 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 1/2 colher de chá de noz-moscada
  • 40 g de pepitas de chocolate negro
  • 150 g de chocolate negro com avelãs (cobertura)
  • bombons de chocolate e avelã (decorar)


Preparação:

  1. Num processador, triture 100 g de avelãs inteiras até obter uma farinha. Reserve.
  2. Bata as claras em castelo, quando começarem a ficar firmes adicione 1 colher de sopa de açúcar. Reserve.
  3. Coloque as gemas e o restante açúcar numa tigela e bata, com uma batedeira, durante 2 minutos, na velocidade máxima. Incorpore o iogurte (à temperatura ambiente), bata novamente, na velocidade mínima, e depois junte a manteiga (amolecida).
  4. Acrescente a farinha de avelã, a farinha de trigo (peneirada), a fécula de batata, o bicarbonato e a noz-moscada (previamente misturados), e misture até obter uma massa uniforme. Junte as pepitas de chocolate. Adicione agora as claras em castelo e envolva.
  5. Verta a massa numa forma previamente untada com manteiga e polvilhada com farinha.
  6. Leve ao forno pré-aquecido a 180° C, por cerca de 40 minutos ou até que ao inserir um palito no centro do bolo este saia seco.
  7. Retire do forno e deixe arrefecer durante 30 minutos na forma antes de desenformar.

    IMG_4045.jpeg

  8. Prepare a cobertura: parta o chocolate aos bocadinhos e derreta em banho-maria ou no microondas, e depois mexa. Verta por cima do bolo e cubra uniformemente.
  9. Decore com os bombons e deixe o chocolate arrefecer por completo.

Bom apetite!

13
Fev24

Bolo com Frutas Secas e Nozes

De vez em quando dou uma olhada à minha despensa para verificar o que está prestes a atingir o fim da validade, vai daí descobri umas tâmaras e umas sultanas que "sobreviveram" ás festas de final de ano. Aproveitei este brinde para preparar este bolo "quente", numa altura em que a "depressão Karlotta" se instalou no Norte do país, e também para mostrar a versatilidade destas frutas secas.

A combinação de tâmaras e sultanas, com a crocância das nozes, cria uma textura e sabores únicos na massa deste bolo. Além disso, a massa fica fofa, húmida e bem perfumada. E como se não bastasse, todo o bolo é coberto por uma rica cobertura de chocolate negro.

Não há como, e nem razões para, resistir! 

IMG_3675.jpeg

 

IMG_3677.jpeg

 

Bolo com Frutas Secas e Nozes 

  • 140 g de tâmaras secas (descaroçadas)
  • 70 g de sultanas
  • 50 ml de vinho do Porto
  • 125 g de manteiga com sal
  • 170 g de açúcar mascavado
  • 1 colher de sopa de mel de urze
  • 125 g de iogurte kefir natural 
  • raspa de 1 limão 
  • 4 ovos
  • 330 g de farinha de trigo para bolos com fermento
  • 20 g de amido de milho
  • 1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio 
  • 1 1/2 colheres de chá de canela em pó 
  • 1 colher de chá de noz-moscada (ralada na hora de preferência)
  • 1 pedaço de gengibre fresco (cerca de 1 cm) ralado ou 1/2 colher de chá de gengibre em pó
  • 70 g de nozes (picadas grosseiramente)
  • Cobertura: 150g de chocolate 70% cacau; 1 colher de chá de manteiga 


Preparação:

  1. Pique bem as tâmaras, coloque numa taça, junte as sultanas e o vinho do Porto e reserve.
  2. Pré-aqueça o forno a 170 °C. Unte uma forma com manteiga e polvilhe com farinha.
  3. Com uma batedeira, bata a manteiga (amolecida) com o açúcar e o mel até obter um creme esbranquiçado. Adicione o kefir e a raspa do limão e misture.
  4. Adicione os ovos, um a um, batendo bem entre cada adição.
  5. Junte a farinha (peneirada) misturada com o amido, o bicarbonato e as especiarias (sem bater demasiado).
  6. Finalmente, acrescente a mistura de tâmaras, sultanas e vinho do Porto e as nozes, e envolva bem com uma colher. Verta na forma e alise gentilmente a massa.

    IMG_3637.jpeg

  7. Leve ao forno por cerca de 45 minutos. Verifique a cozedura com um palito. Retire o bolo do forno, deixe arrefecer cerca de 20 minutos e desenforme.

    IMG_3639.jpeg

  8. Derreta o chocolate em banho-maria ou no microondas, retire e acrescente a manteiga, mexa até ficar homogéneo. Verta por cima do bolo e cubra uniformemente, deixe arrefecer por completo e sirva.

Bom apetite!

10
Nov23

Bolo de Maçã Reineta

Dedico este bolo, provido com o sabor excelso da fruta e das especiarias, à minha querida amiga AM que ontem, na hora do lanche, esteve no conforto do meu lar, numa tranquila e divertida prosa, a saborear esta maravilha. Num mundo em turbulência, o tema central foi "O quão desumano o Homem pode ser que, com o seu egoísmo e egocentrismo, é incapaz de se colocar no lugar do outro, nem que seja só por um segundo☝️!"

No que toca à Maça escolhida - Reineta ou Reinette - de origem francesa, é uma das variedades de maça que mais gosto de utilizar na cozinha, quer seja, na preparação de doces ou salgados, por ser simultaneamente (ligeiramente) ácida e doce, além de ter uma polpa consistente (mas pouco sumarenta).

Esta receita de Bolo de Maçã, bastante fácil, é uma boa forma de usufruir do sabor da maçã fresca, adquirida diretamente do pomar (se tiverem esse fortúnio) ou da mercearia. Macio e mimoso, o interior deste bolo tem o sabor da maçã presente no rosto, no centro e na base, em todo o lado, acrescido dos sabores profundos das especiarias quentes (canela e noz-moscada) e da fragrância do limão. A sua delicia singela é coberta por um intenso chocolate negro e uma magnífica amêndoa torrada (crocante).
Se um dia soalheiro de outono fosse um bolo teria, decerto, este sabor!

Não fiquem na sombra de "árvores" alheadas, façam da vida uma alegria e aproveitem ao máximo o gosto da satisfação!

IMG_2728.jpeg

 

IMG_2742.jpeg


Bolo de Maçã Reineta

  • 3 Maçãs Reineta (descascadas e descaroçadas)
  • 90 g de Manteiga com sal
  • 3 Ovos L
  • 140 g de Açúcar Mascavado 
  • Raspa de 1 Limão
  • 1 Colher de Chá de Sumo de Limão 
  • 1/2 Colher de Chá de Canela em pó 
  • 1/4 de Colher de Chá de Noz-moscada
  • 250 g de Farinha de Trigo T55
  • (10 g) 2 Colheres de Chá (cheias) de Fermento em pó 
  • (2 g) 1/2 Colher de Chá de Bicarbonato de Sódio


Cobertura:

  • 70 g de Chocolate Negro de culinária 
  • 50 g de Amêndoa palitada
  • Cacau em pó q.b


Preparação:

  1. Peneire para uma tigela a farinha de trigo, o fermento e o bicarbonato, e misture. Reserve.
  2. Com a varinha mágica, triture bem as maçãs (raladas grosseiramente) com o sumo de limão e a manteiga derretida, até ficar um puré. Reserve.
  3. Bata muito bem os ovos com o açúcar, a raspa do limão, a canela e a noz-moscada, por 5 minutos, até obter um creme macio e fofo. De seguida, adicione o puré de maçã e bata por 10 segundos.
  4. Por fim, envolva os ingredientes secos (peneirados) e misture com uma vara de arames, somente o suficiente para obter uma massa lisa.
  5. Transfira a massa para uma forma, untada com manteiga e enfarinhada.

    IMG_2700.jpeg

  6. Leve ao forno pré-aquecido a 180° C por cerca de 30 minutos. Faça o teste com o palito para ter a certeza que está pronto.
  7. Depois, retire do forno e deixe arrefecer na forma por 10 a 15 minutos. Desenforme e comece a preparar a cobertura.

    IMG_2706.jpeg

  8. Derreta o chocolate de culinária (partido aos pedaços) em banho-maria e mexa, de vez em quando, até derreter completamente; Coloque a amêndoa palitada no forno a torrar, ligeiramente.
  9. Espalhe o chocolate derretido pela superfície do bolo, com uma espátula, distribua a amêndoa e finalize com o cacau em pó.
  10. Deixe arrefecer e sirva.

Bom apetite!

28
Out23

Bolinhos de Abóbora e Noz

O paladar autêntico e intenso, destes bolinhos, demonstra não ser preciso enfeites para serem sofisticados. No entanto, não é apenas o paladar que interessa, é também a sua linda cor amarela dourada e o seu aroma singular, exuberante, à conta dos óleos essenciais das especiarias, num fantástico jogo de equilíbrio com a abóbora. Prova que o prazer acomoda-se bem dentro de uns bolinhos com uma riqueza espetacular! Estes, são capazes de nos fazer percorrer o mundo!

Experimentem, não deixem que o humano desconsolo caçe a vossa boa disposição!

IMG_2523.jpeg


Bolinhos de Abóbora e Noz

  • 190 g de Puré de Abóbora Manteiga
  • 325 g de Farinha de Trigo T65
  • 75 g de Miolo de Noz
  • 140 g de Cereais de Arroz sem Glúten, 0% Açúcares adicionados (Nestum)
  • 14 g de Fermento em pó
  • 60 g de Açúcar mascavado 
  • 1 Colher de Chá de Canela em pó 
  • 1/4 Colher de Chá de Noz-moscada (ralada na hora, de preferência)
  • 50 g de Manteiga com sal
  • 120 g de Bebida Vegetal de Noz ou Amêndoa
  • 2 Ovos
  • 1 Pitadinha de Sal
 
 
Preparação:
  1. Coza a abóbora (+/- 250 g descascada, sem sementes) em água com uma pitadinha de sal. Depois, escorra e deixe arrefecer completamente.
  2. Num processador de alimentos, coloque a farinha de trigo, o miolo de noz, os cereais de arroz, o fermento, o açúcar, a noz-moscada e a canela e processe até incorporar bem. Adicione a manteiga, bem fria, cortada em cubos, e processe. Transfira a mistura para uma tigela grande.
  3. Num copo, junte a bebida de noz, a abóbora cozida e os ovos e triture com a varinha mágica até obter uma mistura uniforme.
  4. Adicione os ingredientes molhados aos secos e misture, com uma faca de manteiga ou uma espátula, até incorporar. Se a massa estiver muito pegajosa, acrescente um pouco mais de farinha de trigo.
  5. Transfira para uma superfície enfarinhada e, com as mãos bem enfarinhadas, forme delicadamente um retângulo ou um círculo com cerca de 2-2,5 cm de espessura.
  6. Corte a massa em quadrados, triângulos ou círculos, conforme preferir, e transfira para um tabuleiro forrado com papel vegetal.

    IMG_2521.jpeg

  7. Deixe no frigorífico, durante 15 a 20 minutos.
  8. Pré-aqueça o forno a 200ºC.
  9. Retire o tabuleiro do frigorífico e coloque no forno por 30 a 35 minutos ou até que os bolinhos fiquem dourados e um pouco tostados.
  10. Retire do forno e deixe os bolinhos arrefecer sobre uma grelha, por pelo menos 5 minutos, antes de servir. Satisfaça-se com os bolinhos simples ou, mais "gorduchos", barrados com manteiga.

Bom apetite!

24
Out23

Bolo de Dióspiro Maça e Pistáchios

Lembro-me daquele sketch do Herman José (o "Severino") em que dizia "Na verdade... eu é mais bolos”. Não há melhor expressão para descrever o que sinto. A confeitaria é o meu maior amor gastronómico.

A fruta seleccionada para esta maravilha, o Dióspiro Maçã, também conhecido como Dióspiro de Roer ou Caqui, é uma fruta que deslumbra pela sua doçura e versatilidade.

Se gostam de Dióspiros experimentem este bolo, onusto de perfume, com um interior fofo e húmido, e uma doçura cremosa à superfície que contrasta com os pistáchios crocantes!

Como a massa deste bolo é um pouco densa, durante a cocção tende a crescer mais no centro, o que, para mim, é algo que não gera preocupação visto que o essencial é o sabor.

Basta olhar para a linda superfície deste bolo para se ficar em êxtase! Elegante e delicioso, este é um bolo para impressionar!

IMG_2465.jpeg

 

IMG_2471.jpeg

O bolo faz parte da nossa existência e não necessita de um motivo especial para ser preparado/servido/degustado!

Sentem-se aventureiros? #boraexperimentar



Bolo de Dióspiro Maça e Pistáchios 

  • 70 g de Xarope de Agave
  • 10 g de Mel
  • 15 g de Manteiga (para a calda)
  • (500 g ) 2 a 3 Dióspiros Maça
  • 3 Ovos (à temperatura ambiente)
  • 130 g Manteiga com sal (à temperatura ambiente)
  • 180 g de Açúcar Mascavado
  • 115 g de Farinha de Trigo
  • 1 1/2 Colher de Chá de Fermento em pó
  • 1 Colher de Chá de Bicarbonato de sódio
  • 180 ml de Leite meio-gordo 
  • 270 g de Farinha de Milho fina (Fubá)
  • 1 Colher de Chá de Canela em pó
  • ¼ Colher de Chá de Noz-moscada em pó
  • 1 Limão grande (raspa)
  • 50 g de Miolo de Pistáchios torrados (triturado) + 20 g (picado grosseiramente)
  • Manteiga e farinha q.b

 

Preparação:

  1. Pré-aqueça o forno a 170º C.
  2. Unte com manteiga as laterais de uma forma e polvilhe com farinha.
  3. Misture o xarope de agave, o mel e 15 g de manteiga num tacho pequeno e leve a lume brando até a manteiga derreter. De seguida, baixe um pouco o lume e deixe ferver por 3 minutos ou até a mistura engrossar. Verta a calda no fundo da forma, de forma a cobri-lo.
  4. Descasque e corte os dióspiros em fatias. Disponha no fundo da forma.

    IMG_2429.jpeg

  5. Num processador de alimentos triture 50 g de pistáchios até ficar uma farinha. Reserve.
  6. Separe as gemas das claras. Bata as claras em castelo e reserve.
  7. Com a batedeira, bata a manteiga e a raspa do limão com o açúcar até ficar um creme fofo e esbranquiçado. Cerca de 5 minutos, na velocidade máxima.
  8. Junte as gemas e misture bem.
  9. Peneire a farinha de trigo, o fermento em pó, o bicarbonato de sódio, a canela e a noz-moscada e agregue ao preparado anterior, em velocidade baixa, alternando com o leite.
  10. Adicione a farinha de milho (peneirada) e a farinha de pistáchios, e bata até obter uma massa uniforme, cerca de 10 segundos.
  11. Por fim, envolva gentilmente as claras em castelo.
  12. Verta a massa, cuidadosamente, sobre os dióspiros e alise o topo.

    IMG_2439.jpeg

  13. Cubra com os pistáchios picados grosseiramente. Leve ao forno a cozer cerca de 40-45 minutos. Verifique espetando um palito no centro do bolo, se este sair limpo está pronto.
  14. Retire do forno e deixe arrefecer 10 minutos antes de desenformar. Passe uma espátula ou uma faca em redor do bolo e vire-o num prato.

    IMG_2447.jpeg

  15. Quando o bolo estiver completamente arrefecido, delicie-se (só ou acompanhado/a).

 

Bom apetite!

02
Out23

Compota de Maçã & Marmelo

Têm maçãs em casa? E marmelo? Então, experimentem esta compota com passos muito simples, rico em fruta e pouco doce. 

Aconselho a utilizarem uma maça doce, tipo Fugi ou Gala, e com um bom equilíbrio de acidez.

Esta compota caseira é uma forma magnifica de conservarmos os sabores da maçã e do marmelo frescos, sem adição de conservantes ou corantes sintéticos. Uma delícia com, somente, pura bondade da fruta!

IMG_2023.jpeg

 

Compota de Maçã e Marmelo
(com Nozes)

 

  • 230 g de Maçã, bem madura (descascada e descaroçada)
  • (+/- 85 g) 1 Marmelo (descascado e descaroçado) 
  • 50 g de Açúcar Mascavado
  • 1 Colher de Sobremesa (cheia) de Mel
  • 1 Pau de Canela
  • 1 Casca de Limão 
  • 2 Colheres de Sopa de Vinho do Porto
  • 1 Chávena de Água
  • Noz-moscada, a gosto (ralada na hora, de preferência)
  • 20 g de Miolo de Noz

 

Preparação:

  • Descasque as maças e o marmelo, e retire os caroços. Corte a fruta aos pedaços pequenos e coloque num tacho. Adicione os restantes ingredientes, com excepção da noz.
  • Misture bem e leve ao lume até ferver. Tape o tacho, deixe cozinhar em lume brando, mexendo de vez em quando, até que a maça e o marmelo estejam cozidos e a desfazerem-se. A compota deve começar a fazer o ponto de estrada.
  • Retire o pau de canela e a casca do limão. Pode esmagar tudo com um garfo ou triturar com a varinha mágica. Se a compota estiver demasiado liquida leve novamente ao lume (brando).
  • Depois, acrescente a noz e misture.
  • Coloque em tacinhas ou frascos esterilizados e tape/feche bem. Guarde no frigorífico e consuma num prazo de 1 a 2 semanas. Pode também guardar alguns frascos no congelador.

Bom apetite!

 

Dicas:

  • Se desejarem, reservem as cascas e os caroços do marmelo para fazerem geleia.
02
Set23

Tarte de Mirtilos

Experimentem e tentem não sucumbir a esta tarte, com uma "fachada" estaladiça e uma cobertura crocante (do crumble, inglês, ou streusel, alemão), numa "cama" macia de sabor marcante a mirtilos! Posto isto, esta, é uma das melhores tartes de verão!

IMG_1803.jpeg

IMG_1822.jpeg

Não têm muito tempo para elaborar esta receita? Há solução! Preparem a massa e a cobertura no dia anterior e guardem no frigorífico. No dia seguinte, façam o recheio, juntem as três frações da tarte e coloquem no forno. Rápido, fácil, doce, em suma, magnifico!

 

Tarte de Mirtilos 

Massa: 
  • 4 Colheres de Sopa de Açúcar
  • 1 Ovo

 

Recheio:

  • 6 Colheres de Sopa (cheias) de Farinha de Trigo (sem fermento)
  • Sumo e Raspa de 1/2 Limão
  • 1 Ovo
  • 30 ml de Água ou Leite
  • 1/2 Chávena de Açúcar
  • Noz-moscada q.b
  • 20 g de Amêndoa com pele (triturada grosseiramente)
  • +/- 2 Chávenas de Mirtilos (frescos ou congelados)


Cobertura:

  • 80 g de Farinha de Trigo
  • 1/2 Colher de Chá de Canela em pó
  • 40 g de Açúcar
  • 60 g de Manteiga com Sal (fria)

 

Preparação:

  1. Junte num processador a farinha, o açúcar, a manteiga (bem fria) e o sal. Triture até obter uma massa arenosa. Incorpore o ovo e volte a processar durante 5-6 segundos.
  2. Transfira para uma taça e ligue tudo com as mãos (sem amassar muito). Faça um disco, envolva com película aderente e coloque no frigorífico por 30 minutos.
  3. Passado esse tempo, enfarinhe a bancada e estenda a massa com a ajuda de um rolo. Passe-a para a tarteira, que deve estar bem untada com manteiga ou forrada com papel vegetal.

    IMG_1724.jpeg

  4. Tape com película e reserve no frigorífico.
  5. Entretanto, pré-aqueça o forno nos 180º C e trate do recheio. Numa taça, bata com uma vara de arames  a farinha, o açúcar, uma pitadinha de noz-moscada, a raspa e o sumo do limão, o ovo e a água.
  6. Retire a tarteira do frigorífico e distribua pela base a amêndoa triturada.

    IMG_1733.jpeg

  7. Preencha toda a base da tarteira com mirtilos e deite o recheio por cima.

    IMG_1757.jpeg

  8. Coloque numa taça todos os ingredientes para fazer a cobertura. Amasse, com as pontas dos dedos, até que fique tudo bem misturado e granulado.
  9. Disponha a cobertura sobre os mirtilos.

    IMG_1777.jpeg

  10. Finalmente, leve ao forno por cerca de 60-70 minutos, até a tarte ficar dourada e crocante.
  11. Deixe arrefecer, desenforme cuidadosamente e, se pretender, pode servir decorada com açúcar em pó.

    IMG_1790.jpeg

Bom apetite!

 

Dicas:

  • Se desejar, no recheio, pode substituir 3 Colheres de Sopa de Farinha de Trigo por Fécula de Batata.
  • Se não quiser fazer a cobertura manualmente, utilize o processador para misturar todos os ingredientes, até formar uma espécie de areia grossa. Com as pontas dos dedos, aperte a mistura (para formar "grânulos") e deixe cair sobre o recheio.
22
Ago23

Chegados da Figueira (que não é da Foz) para este… Bolo com Figos (frescos)!

O Verão "cheira" a momentos especiais de descontração e a "presentes" deliciosos, como o delicado Figo, um dos frutos que mais gosto, e a minha "doce" MJ adora, especialmente o "Pingo de Mel" (pela sua doçura). Na verdade, o figo não é um fruto mas, sim, uma flor invertida! A Natureza e todas as suas criaturas são incrivelmente "mágicas"!

Adoro fruta no seu estado puro e, quando abunda, aproveito para confeccionar pratos saborosos, tal como este bolo. A suculência do figo, torna-o perfeito para a preparação desta receita!

Se pensam que ter num bolo invertido uma massa fofa, húmida, com um "creme doce" (do figo), é delícia demais para ser verdade, enganam-se... porque, é!

IMG_1702.jpeg

 

IMG_1708.jpeg


Bolo com Figos (frescos)

  • 5 Figos frescos, grandes (de preferência: "Pingo de Mel")
  • 100 g de Manteiga
  • 2 Ovos, grandes 
  • (6 g) 1 Colher de Chá de Mel
  • 100 g de Açúcar Amarelo 
  • 210 g de Farinha de Trigo para Bolos com Fermento
  • 1 Pitadinha de Noz-moscada (opcional)
  • 1 Colher de Sopa de Manteiga (para untar a forma)
  • 1 Colher de Sopa de Farinha de Trigo (para polvilhar o fundo da forma)
  • 40 g de Miolo de Noz, triturado grosseiramente (para polvilhar as laterais da forma)


Preparação:

  1. Pré-aqueça o forno a 180° C. Unte bem uma forma redonda com manteiga, polvilhe o fundo com farinha de trigo e as laterais com a noz triturada.
  2. Lave os figos, seque-os com papel de cozinha e retire o topo do caule. Corte 3 figos em quartos ou em sextos, cada um, e distribua pelo fundo da forma.
  3. Com uma batedeira, bata os ovos inteiros com a manteiga amolecida até formar uma mistura bem cremosa. (Velocidade média-alta, por 4-5 minutos).
  4. Adicione o açúcar e o mel, e bata, por mais 5 minutos, até obter um creme fofo.
  5. Adicione a farinha peneirada e a noz-moscada (ralada na hora, de preferência) e misture, só até ficar uma massa homogénea. (Velocidade baixa, por 8-10 segundos).
  6. Por último, adicione 2 figos cortados em bocadinhos. Envolva, gentilmente, com uma vara de arames (fouet), de forma mais ou menos uniforme (não mexa muito!).
  7. Transfira cuidadosamente a massa para a forma, sobre os figos.
  8. Alise, delicadamente, a massa com uma espátula, para não mover os figos da base da forma.
  9. Coloque no forno por 25 minutos, ou até que ao inserir um palito no centro este saia limpo.
  10. Desenforme o bolo. Deixe arrefecer completamente e sirva à temperatura ambiente.

Bom apetite!

12
Jul23

Creme de Chocolate e Noz-moscada

Ando numa onda de frescura, então aproveitei um pudim proteico de chocolate (já quase no fim do prazo de validade) e testei esta receita. Comi uma taça e depois... fui comer outra! Da próxima vez, vou dividir o creme por 2 taças. Este Creme fica super leve e a cobertura, além de acrescentar sabor, dá-lhe textura (crocante).

Experimentem este Creme de Chocolate e Noz-moscada bem fresquinho.

IMG_1439.jpeg

IMG_1436.jpeg


Creme de Chocolate e Noz-moscada
 

  • 1 Folha de Gelatina Incolor
  • 150 ml de Leite Meio-gordo
  • (150 g) 1 Pudim Proteína Chocolate (PRO+ Pudding sabor Chocolate)
  • Noz-moscada (ralada), a gosto 
  • Chocolate Negro com Avelãs, aos pedacinhos (para decorar) q.b


Preparação:

  1. Coloque a folha de gelatina em água fria e deixe hidratar por 2-3 minutos ou até amolecer. Depois, espreme-a com a mão.
  2. Deite o leite num fervedor e leve ao lume brando até quase levantar fervura. Desligue o lume e misture bem a gelatina.
  3. Junte a noz-moscada ralada na hora (de preferência), o pudim e misture bem, com uma varinha mágica, até obter um creme homogéneo. De seguida, verta a mistura em 3 taças.

    IMG_1431.jpeg

  4. Cubra com película e leve ao frigorífico por pelo menos 4 horas, para prender. (O ideal é preparar o Creme no dia anterior, e deixar no frigorífico até a hora de experienciar).
  5. Na altura de servir, distribua os pedacinhos de chocolate.

Bom apetite!

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Direitos de Autor

Todas as fotografias publicadas são da minha autoria, incluindo a sua edição. Por favor, não utilizem as minhas fotografias sem a minha autorização. Muito obrigada.

Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub