Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

7 Dias Nutridos de Sabores

Sou uma apaixonada pelo mundo da cozinha e tenho o gosto de partilhar as minhas receitas favoritas. Considero este blog como o meu encantador livro de receitas. Receitas ricas de aromas e sabores memoráveis.

7 Dias Nutridos de Sabores

18
Set23

Um “estrondo” de Crepe!

Sinceramente, acho que os crepes assentam bem a qualquer hora do dia e em qualquer altura do ano! Os crepes doces são perfeitos para o pequeno-almoço e lanche, e as alternativas salgadas são óptimas para um brunch, uma “entrada” ou, ainda, refeição principal.

São o petisco reconfortante perfeito, seja na companhia de família/amigos ou num momento a dois!

Estes crepes são esplêndidos para todos os que desejam desfrutar de uma refeição "low carb" e bem saborosa!  

IMG_1900.jpeg

Uma receita imprescindível se pretendem incluir legumes ao vosso cardápio!

 

Crepes recheados com Shiitake e Legumes 

Para os Crepes:

  • 100 g de Farinha de Trigo
  • 1 Pitada de Sal
  • 200 ml de Leite meio-gordo (à temperatura ambiente)
  • 2 Ovos M (ligeiramente batidos)
  • 50 g de Manteiga sem sal (derretida)

 

  1. Comece por preparar os crepes: Numa tigela misture a farinha e o sal. Abra uma cova no centro e adicione os ovos e o leite. Misture muito bem. De seguida, mexendo sempre, misture a manteiga. Passe a mistura por um coador para uma tigela (para remover quaisquer grumos).
  2. Numa frigideira anti-aderente, coloque um pouco da manteiga e espalhe bem com um pouco de papel de cozinha. Quando estiver bem quente, coloque uma concha de massa no centro da frigideira e rode-a rapidamente, para espalhar muito bem e ficar uma camada uniforme e fina. Quando ganhar uma cor, vire o crepe com jeitinho, para que coza do outro lado. Quando estiver pronto, coloque num prato.

    IMG_1836.jpeg

  3. Repita o processo até acabar a massa. É importante que mexa sempre a massa antes de colocar na frigideira. 

 

 Para o Recheio:

  • 250 g de Cogumelos Shiitake (frescos)
  • 1/2 Couve Lombarda, pequena
  • 2 Cenouras, pequenas
  • 1 Alho Francês, grande
  • 1/4 de Pimento (vermelho)
  • 2 Cebolas, pequenas
  • 6 Dentes de Alho
  • 3 Colheres de Sopa (cheias) de Azeite
  • 1 Colher de Sopa de Vinho Branco
  • Sal e Pimenta preta q.b
  • Oregãos secos q.b
  • 2 Ovos (para panar)
  • Pão ralado (para panar)
  • Óleo (para fritar)

 

  1. Lave os cogumelos sob água corrente, para remover a sujidade, escorra-os bem e envolva-os num pano seco (para eliminar o excesso de humidade). Remova a ponta do caule dos cogumelos. Corte os cogumelos em tiras. 
  2. Numa frigideira coloque 1 c. sopa de azeite, 1 cebola e 2 dentes de alho (ambos picadinhos). Quando estiverem translúcidos junte os cogumelos e deixe saltear, em lume médio-alto, até que estejam ligeiramente dourados. Tempere com sal, pimenta e oregãos, e envolva tudo muito bem. Retire para uma taça e reserve.
  3. Lave bem a couve lombarda e corte-a em tiras finas. Descasque a cenoura e rale-a grosseiramente. Lave bem o alho francês e corte-o em meias luas. Corte o pimento em quadradinhos. Descasque e pique 1 cebola e 4 alhos.
  4. Coloque a cebola e os alhos num tacho com 2 c. sopa de azeite e deixe refogar um pouco. Junte os legumes todos, o vinho branco e tempere com sal e pimenta. Envolva tudo muito bem e deixe cozinhar cerca de 10 minutos. Retifique o tempero, se necessário, e mexa. Retire para uma taça e deixe arrefecer completamente.

    IMG_1844.jpeg

  5. Deite uma folha de crepe num prato e coloque uma porção de legumes e outra de cogumelos.

    IMG_1852.jpeg

  6. Dobre as pontas laterais e enrole-o. Repita o processo até terminar os crepes.

    IMG_1864.jpeg

  7. Passe os crepes pelo ovo batido e por pão ralado.

    IMG_1868.jpeg

  8. Frite os crepes, de ambos os lados, em óleo quente. Depois de fritos, deixe-os escorrer sobre papel absorvente.
  9. Sirva-os de imediato.


Bom apetite!

 
Dicas:
  • Caso não queira servir os crepes todos no mesmo dia pode congelar já panados.
  • Junte ao recheio tomate, xuxu, berinjela, milho, courgette, abóbora, batata-doce, brócolos, espargos, couve flor, beterraba, rabanete, o que quiser, ficará fantástico!
02
Set23

Tarte de Mirtilos

Experimentem e tentem não sucumbir a esta tarte, com uma "fachada" estaladiça e uma cobertura crocante (do crumble, inglês, ou streusel, alemão), numa "cama" macia de sabor marcante a mirtilos! Posto isto, esta, é uma das melhores tartes de verão!

IMG_1803.jpeg

IMG_1822.jpeg

Não têm muito tempo para elaborar esta receita? Há solução! Preparem a massa e a cobertura no dia anterior e guardem no frigorífico. No dia seguinte, façam o recheio, juntem as três frações da tarte e coloquem no forno. Rápido, fácil, doce, em suma, magnifico!

 

Tarte de Mirtilos 

Massa: 
  • 4 Colheres de Sopa de Açúcar
  • 1 Ovo

 

Recheio:

  • 6 Colheres de Sopa (cheias) de Farinha de Trigo (sem fermento)
  • Sumo e Raspa de 1/2 Limão
  • 1 Ovo
  • 30 ml de Água ou Leite
  • 1/2 Chávena de Açúcar
  • Noz-moscada q.b
  • 20 g de Amêndoa com pele (triturada grosseiramente)
  • +/- 2 Chávenas de Mirtilos (frescos ou congelados)


Cobertura:

  • 80 g de Farinha de Trigo
  • 1/2 Colher de Chá de Canela em pó
  • 40 g de Açúcar
  • 60 g de Manteiga com Sal (fria)

 

Preparação:

  1. Junte num processador a farinha, o açúcar, a manteiga (bem fria) e o sal. Triture até obter uma massa arenosa. Incorpore o ovo e volte a processar durante 5-6 segundos.
  2. Transfira para uma taça e ligue tudo com as mãos (sem amassar muito). Faça um disco, envolva com película aderente e coloque no frigorífico por 30 minutos.
  3. Passado esse tempo, enfarinhe a bancada e estenda a massa com a ajuda de um rolo. Passe-a para a tarteira, que deve estar bem untada com manteiga ou forrada com papel vegetal.

    IMG_1724.jpeg

  4. Tape com película e reserve no frigorífico.
  5. Entretanto, pré-aqueça o forno nos 180º C e trate do recheio. Numa taça, bata com uma vara de arames  a farinha, o açúcar, uma pitadinha de noz-moscada, a raspa e o sumo do limão, o ovo e a água.
  6. Retire a tarteira do frigorífico e distribua pela base a amêndoa triturada.

    IMG_1733.jpeg

  7. Preencha toda a base da tarteira com mirtilos e deite o recheio por cima.

    IMG_1757.jpeg

  8. Coloque numa taça todos os ingredientes para fazer a cobertura. Amasse, com as pontas dos dedos, até que fique tudo bem misturado e granulado.
  9. Disponha a cobertura sobre os mirtilos.

    IMG_1777.jpeg

  10. Finalmente, leve ao forno por cerca de 60-70 minutos, até a tarte ficar dourada e crocante.
  11. Deixe arrefecer, desenforme cuidadosamente e, se pretender, pode servir decorada com açúcar em pó.

    IMG_1790.jpeg

Bom apetite!

 

Dicas:

  • Se desejar, no recheio, pode substituir 3 Colheres de Sopa de Farinha de Trigo por Fécula de Batata.
  • Se não quiser fazer a cobertura manualmente, utilize o processador para misturar todos os ingredientes, até formar uma espécie de areia grossa. Com as pontas dos dedos, aperte a mistura (para formar "grânulos") e deixe cair sobre o recheio.
08
Jun23

Empadão de Alheira (de Galo) com Legumes e Crocante de Milho

Fui ao supermercado e vi lá a Alheira de Galo, com aquela etiqueta vermelha de produto perto do fim do prazo de validade, e pensei "Num empadão, "cantavas" como Pavarotti!". Aproveitei, o desconto, e comprei.

Cheguei a casa, tacho e frigideira no fogão. Inspiração e conceção...! E voilá! Um prato cujo efeito visual e olfativo é esplendoroso, para não falar da intensidade de paladares!

Façam-se a ela... à receita, e terão uma refeição com grande satisfação!

IMG_1206.jpeg

 

Empadão de Alheira (de Galo) com Legumes e Crocante de Milho

(2 Doses)

  • 1 Alheira de Galo (180 g)
  • 6 Batatas médias (para cozer)
  • 2 Dentes de Alho
  • 1 Colher de Sopa de Leite
  • 1 Colher de Chá de Manteiga
  • 1 Cebola
  • 100 g de Favas
  • 1 Cenoura 
  • 1/2 Couve Coração 
  • Sal
  • Pimenta preta
  • Azeite
  • Noz-moscada
  • 1 Pão de Milho
  • Alecrim, fresco
  • 1 Ovo (pincelar)

 

Preparação:

  1. Coza as batatas em água, temperada com sal e pimenta, juntamente com 2 dentes de alho (com a casca). Quando as batatas estiverem cozidas, escorra, retire a casca dos alhos e utilize um Passe-vite para esmagar. Adicione o leite, a noz-moscada (a seu gosto) e a manteiga, e misture. Reserve.
  2. Coloque num tacho as favas com um pouco de água e leve ao lume, durante 5 minutos.
  3. Entretanto, rale a cenoura e corte a couve em juliana. Junte às favas para cozerem um pouco, em lume médio, cerca de 7 minutos. Depois, escorra e reserve.
  4. Retire a pele da alheira, divida ao meio e forme os hambúrgueres com cada uma das metades. Numa frigideira anti-aderente, grelhe os hambúrgueres até ficarem com a superfície, dos dois lados, bem crocante. Coloque num prato e reserve.
  5. Corte a cebola em fatias finas e coloque na frigideira anterior com um fio de azeite. Leve ao lume e quando ficar translucida junte os legumes. Tempere com sal e pimenta, e salteie por cerca de 1-2 minutos. Reserve.
  6. Por fim, emprate: comece por colocar numa travessa os legumes e acame-os.

    IMG_1195.jpeg

  7. Acrescente o hambúrguer de alheira.

    IMG_1199.jpeg

  8. Cubra com o puré de batata.
  9. Bata o ovo e pincele a superfície. Com um garfo faça alguns riscos.
  10. Leve ao forno pré-aquecido a 200° C por 10 minutos ou até estar douradinho.
  11. Coloque o pão no processador de alimentos para o triturar grosseiramente. Numa frigideira, junte 2 colheres de sopa de azeite, o pão e o alecrim picado (a gosto). Envolva muito bem e deixe dourar 3-4 minutos, em lume baixo. Reserve.
  12. Retire a travessa do forno e distribua o crocante de milho pelas laterais. Sirva de imediato.

Bom apetite!

14
Jan23

Manteiga de Amendoim Crocante (Caseira)

Esta Manteiga de Amendoim é 100% natural, preparada só com amendoins torrados, sem adição de óleos, açúcar, corantes e conservantes. Portanto, para a confecionar só necessita de duas coisas: amendoins e um processador de alimentos ou robot de cozinha. E, vá... alguma paciência!

Vale a pena fazer em casa, porque consegue: economizar, gerir a quantidade e os ingredientes utilizados.

A Manteiga de Amendoim pode ser utilizada em diversas receitas doces e salgadas. É fantástica para barrar no pão e uma excelente alternativa à manteiga comum. Quem desejar uma sanduíche docinha, pode fazer a famosa sanduíche americana - "Sanduíche de Manteiga de Amendoim com Geleia", em inglês "Peanut Butter and Jelly Sandwich".

2FB3F721-F7E3-4CB5-8013-2526D0990EF9.jpeg

 

9F6D58A2-135E-4257-8B33-63E8F02BA756.jpeg

 

Manteiga de Amendoim Crocante (Caseira)

  • 400g de Amendoins torrados (com casca)
  • 1/3 c. chá de Sal marinho (opcional)


Preparação:

  • Descasque os amendoins e leve-os ao forno a 180º C, cerca de 5 minutos, para ajudar a libertar os óleos.
  • Retire do forno e reserve alguns amendoins (cerca de 10% do peso).
  • Coloque num processador os amendoins, juntamente com o sal (se preferir realçar o sabor), e triture, inicialmente em velocidade baixa, até que os óleos se comecem a soltar e se forme uma pasta cremosa. (Quando a pasta se agarrar às paredes do processador, pare e solte-a com uma espátula). Demorei 10 minutos, até obter uma pasta homogénea firme.
  • Adicione os amendoins, reservados, e volte a processar cerca de 15 segundos. Assim, consegue obter uma pasta de amendoim cremosa, com pedaços crocantes.
  • Guarde a manteiga de amendoim num recipiente de vidro e conserve no frigorífico.

Bom apetite!

 

Dicas:

  • No início o amendoim vai parecer uma areia, à medida que for triturando vai-se transformar numa pasta fluída, devido à acção das lâminas quentes.
  • Importante - deve ter cuidado para não sobreaquecer o processador!
  • Com o Processador de Alimentos, o processo da confecção da manteiga de amendoim pode demorar 10 a 20 minutos e com o Robot de Cozinha (tipo Bimby), entre 3 a 8 minutos.
  • Se quiser adoçar, pode adicionar: geleia de arroz, geleia de agave, mel ou outro adoçante da sua preferência.
  • Se adora especiarias, pode juntar uma pitadinha de canela, noz moscada em pó, baunilha, ...
  • Ao guardar no frigorífico é normal o creme ficar um pouco mais duro. As baixas temperaturas ajudam a preservar os óleos naturais por mais tempo, mas o frio solidifica parte da gordura. Para voltar à textura inicial, basta retirar do frigorífico durante algumas horas.

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Direitos de Autor

Todas as fotografias publicadas são da minha autoria, incluindo a sua edição. Por favor, não utilizem as minhas fotografias sem a minha autorização. Muito obrigada.

Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub