Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

7 Dias Nutridos de Sabores

Sou uma apaixonada pelo mundo da cozinha e tenho o gosto de partilhar as minhas receitas favoritas. Considero este blog como o meu encantador livro de receitas. Receitas ricas de aromas e sabores memoráveis.

7 Dias Nutridos de Sabores

03
Mai24

O inigualável Bolo de Laranja com Felicidade! O Destinatário é… MÃE!

Com o Dia da Mãe a aproximar-se foi criando/experimentando alguns bolos com pequenas particularidades, como é o caso deste, não fosse esse dia um dia particularmente especial!

Em homenagem à minha Mãe fiz este bolo com um dos sabores que ela mais ama... Laranja!

Este Bolo de Laranja com Chá Felicidade é fofo, húmido, mega saboroso, e quase bonito demais para se comer. É perfeito para servir como sobremesa ou ao lanche com um chá ou café!

Com uma cozinha arrumada, um bolo no forno e uma Mãe à conversa, é na quietude com a minha alma que encontro a paz para o meu Ser!

A vida é demasiado curta para ficarmos chateados com coisas pequenas/irrelevantes, o melhor é... respirar fundo!

Querem algo impressionante para mimosear a vossa Mãe? Não interessa a vossa destreza na cozinha, com certeza que, com amor, conseguem fazer este bolo!

IMG_4315.jpeg

 

IMG_4319.jpeg


Bolo de Laranja com Chá Felicidade 

  • 6 Ovos M
  • 120 ml de Sumo de Laranja
  • 120 ml de Chá Felicidade, forte (*)
  • 215 g de Açúcar mascavado
  • Raspa de 1 Laranja
  • 90 g de Manteiga com sal
  • 80 g de Iogurte sólido natural 
  • 300 g de Farinha de trigo para bolos com fermento T55
  • 1 Colher de chá de Bicarbonato de sódio
  • 1 Colher de chá de Canela em pó 

Cobertura :

  • 130 g de Chocolate negro com laranja
  • 40 ml de Natas líquidas
  • 14 Amêndoas com pele


Preparação:

  1. Unte uma forma com manteiga e polvilhe com farinha. Coloque o forno a pré-aquecer a 180 °C.
  2. Começe por bater as claras em castelo até obter picos firmes. Reserve.
  3. Na tigela da batedeira, coloque o sumo da laranja e o chá felicidade (quente). Junte o açúcar e a raspa da laranja, e bata bem.
  4. Mexa ligeiramente as gemas com uma colher, junte à tigela e bata muito bem. De seguida, adicione a manteiga derretida e misture. Acrescente o iogurte e torne a bater, por 5 segundos.
  5. Coloque noutra tigela, a farinha (peneirada 3 vezes), o bicarbonato e a canela e misture. Junte aos líquidos e, de seguida, envolva algumas colheres de claras em castelo. Uma vez envolvidas, dobre gentilmente as restantes claras em castelo. Verta a massa na forma.

    IMG_4314.jpeg

  6. Leve ao forno por cerca de 40 a 45 minutos, até que um palito inserido no centro do bolo saia seco.
  7. Retire do forno e deixe arrefecer no mínimo 20 minutos antes de desenformar.

    IMG_4320.jpeg

  8. Derreta o chocolate com as natas, em banho-maria ou no microondas, e misture bem. Cubra o bolo com o creme de chocolate e decore com as amêndoas.

Bom apetite!


Dicas:

  • (*) Coloque 2 saquetas de chá em 150 ml de água fervente durante 5 minutos ou coloque 3 saquetas, para obter um sabor ainda mais intenso.
  • O Chá Felicidade contém: canela, gengibre, funcho, anis, alcaçuz, cardamomo, lupulus, casca de laranja, manjericão, extracto de laranja, pimenta preta, flores de alfazema, feno-grego, yarrow mel, cravinho e extracto de canela.
  • Pode também decorar o bolo com rodelas finas de laranja caramelizadas ou com bonitas flores comestíveis.
26
Abr24

Broinhas de Canela (crocantes)

Como o título diz estas Broinhas são externamente crocantes, contrapondo com o interior macio e húmido. 

Levam farinha de centeio e canela que, além de concederem sabor, deixam as Broinhas com esta cor lindíssima!

A receita é muito simples e não exige grande experiência na cozinha. Não precisam de máquinas, nem de amassar, basta deixar a massa "respirar"!

Experimentem e deliciem-se com o sabor rico, irresistível, de canela!

IMG_4212.jpeg

 

Broinhas de Canela

  • 300 g de Farinha de Centeio
  • 260 g de Sêmola de Milho
  • 300 ml de Água (a ferver)
  • 120 g de Farinha de Trigo T65
  • 60 g de Açúcar amarelo
  • 25 g de Canela em pó 
  • 15 g de Sal 
  • 15 g de Fermento de Padeiro Fresco
  • 225 ml de Água (morna)


Preparação:

  1. Numa tigela, adicione a água a ferver à sêmola de milho e, com uma colher, misture bem. Deixe arrefecer.
  2. Misture o fermento na água morna e, depois, junte à mistura anterior. 
  3. Junte o sal e misture bem.
  4. Acrescente a farinha de centeio, o açúcar, a canela e a farinha de trigo. Envolva bem com as mãos e não amasse
  5. Transfira a massa para uma bancada polvilhada com farinha de trigo e farinha de arroz (misturadas), divida a massa em porções com o peso que desejar e molde as broas.
  6. Coloque as broas num tabuleiro forrado com papel vegetal.
  7. Polvilhe as broas com farinha de arroz e deixe levedar cerca de 1 a 2 horas.

    IMG_4207.jpeg

  8. Coza no forno pré-aquecido a 200º C, com ventilação, cerca de 35 minutos e, depois, desligue o forno e deixe por mais 10 minutos (para ficar com uma côdea bem crocante). (Sem ventilação, coloque no forno a 220º C, cerca de 45 minutos).
  9. Retire do forno e deixe arrefecer sobre uma grelha.

Bom apetite!

24
Abr24

Bifana em Molho Vermelho com Batata Assada e Salada fresca

A delicia que comi hoje ao almoço!

Uma bifana suculenta e macia, com batatas superficialmente tostadas e interiormente cremosas, e salada crocante e refrescante!

As batatinhas são cozidas antes de irem ao forno, por isso demoram pouco tempo a ficar tostadinhas! Adoro esta forma de preparar batatas, porque, além de poupar tempo, também são uma alternativa saudável às batatas fritas. Posto isto, estas comem-se sem aquele sentimento de "culpa", podemos e comemos mais vezes...!

No que toca à salada, juntei um ingrediente inesperado - o tremoço - para acrescentar cor, sabor e dar um toque de requinte!

Um prato que "come-se, primeiro, com os olhos”, depois prova-se e apaixona-se!

IMG_4247.jpeg


Bifana em Molho Vermelho com Batata Assada e Salada fresca 
(2 doses)

  • 2 Bifanas
  • 1 Tomate maduro
  • 2 Dentes de Alho
  • 1 Pedaço de Tomate seco
  • 4 Colheres de sopa de Vinho tinto
  • 1/2 Pimento vermelho (pequeno)
  • 1 Colher de chá de Pimentão doce
  • 1 Colher de chá de Cominhos em pó 
  • Vinho branco q.b
  • 1 Colher de chá de Orégãos secos
  • 1 Folha de louro
  • 4 Batatas grandes
  • Água q.b
  • 2 Cenouras médias, raladas
  • 2 Tomates, cortados em triângulos 
  • 2 Colheres de sopa de Tremoços, descascados
  • 12 Azeitonas
  • 2 Colheres de chá de Vinagre de arroz ou cidra
  • 1 Colher de chá de Mostarda Dijon
  • Azeite q.b
  • Pimenta preta q.b


Preparação:

  1. Deve temperar a carne com sal, pimentão doce, pimenta (a gosto), cominhos e regar com vinho branco, pelo menos 1 hora antes de começar a fazer as bifanas.
  2. Prepare as bifanas: coloque num copo o tomate pelado, o tomate seco (aos pedaços), os alhos laminados, o pimento vermelho (descascado e aos pedaços) e triture. Verta num tacho, junte um fio de azeite e leve ao lume. Deixe ferver e acrescente o vinho tinto, os orégaos e a folha de louro. Deixe ferver durante cerca de 5 minutos em lume moderado. Introduza as bifanas e cozinhe sobre lume brando durante cerca de 30 minutos, ou até estarem tenras. Vá virando a carne ocasionalmente. No final, quando estiver quase pronto para servir, adicione um pouco mais de sal e pimenta se necessário e retire do lume.
  3. Prepare as Batatas: Descasque as batatas e corte-as aos bocados. Coza em água com um pouco de sal e pimenta preta. As batatas devem ficar "al dente" para que não se desfaçam quando forem envolvidas no azeite e porque ainda vão ao forno. Quando a água começar a ferver, baixe o lume e deixe cozinhar por apenas 5 minutos. Depois, escorra a água. Coloque-as num tabuleiro, regue com um fio de azeite e envolva-as cuidadosamente. Tenha a atenção para não sobrepor as batatas, elas devem estar todas em contacto com o fundo do tabuleiro para que dourem mais rapidamente e uniformemente. Leve ao forno pré-aquecido a 220ºC, por cerca de 15 minutos ou até ficarem douradinhas e crocantes.
  4. Prepare a Salada: Misture numa tigela, a cenoura, o tomate e os tremoços. Numa taça, misture 2 colheres de sopa de azeite, o vinagre e a mostarda Dijon para fazer o molho. Verta o molho sobre a salada e misture.
  5. Sirva as bifanas com as batatas assadas e a salada, com as azeitonas ao lado.

Bom apetite!

22
Abr24

A terra gera, eu uso: Bolo de Cenoura e Laranja (sem gordura)

Celebra-se hoje o Dia Mundial da Terra com a pretensão de alertar para a importância do planeta e a necessidade de preservar os recursos naturais do mundo, tendo como tema este ano - Planeta versus Plásticos.

Agora, trago boas notícias! Reduzir a gordura não significa reduzir o sabor! Criei esta receita para todos os apreciadores de Bolo de Cenoura, especialmente para aqueles que necessitam de limitar a ingestão de gorduras no seu dia a dia! Além disso, é o bolo perfeito para colocar na lancheira dos miúdos.

Este bolo alto, fofo, não muito doce e maravilhosamente temperado com especiarias, que, ao contrário ao que comumente se pensa dos bolos sem adição de gordura, não fica ressequido... ainda é super saboroso!

Contrariamente ao que se infere do apetite contemporâneo, é a félix culpa da gula que nos traz o prazer de comer! (1)

Na vez de atenuar a frustração na comida, bora lá a uma caminhada!

IMG_4191.jpeg

 

IMG_4190.jpeg


Bolo de Cenoura e Laranja
(Sem gordura)

  • 300 g Cenoura cozida
  • 40 g Flocos de Aveia finos
  • 3 Ovos
  • 150 ml Sumo de Laranja
  • 1 colher de sopa Vinagre de Cidra
  • Raspa de 1 Laranja
  • 270 g Açúcar amarelo
  • 400 g Farinha de trigo para bolos com fermento 
  • 1 colher de chá Fermento em pó
  • 1 colher de chá Canela em pó 
  • 1 pitada de Cardamomo em pó 


Cobertura (opcional):

  • 125 g Chocolate culinária
  • 40 ml Natas líquidas 
  • 70 g Miolo de Noz, picado grosseiramente 


Preparação:

  1. Bata as claras em castelo e reserve.
  2. Coloque a cenoura cozida, as gemas, os flocos de aveia, o sumo e a raspa de laranja, o vinagre e o açúcar num liquidificador ou processador de alimentos e misture tudo muito bem até ficar uma mistura cremosa e uniforme. Transfira para uma tigela, junte a farinha (peneirada), o fermento, a canela e o cardamomo e envolva com uma colher de silicone.
  3. Por fim, envolva as claras em castelo em duas fases.
  4. Verta numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha.

    IMG_4187.jpeg

  5. Leve ao forno pré-aquecido a 180°C, por cerca de 45 minutos. Faça o teste com um palito.
  6. Aguarde que o bolo arrefeça por, pelo menos, 30 minutos na forma antes de desenformar.

    IMG_4197.jpeg

  7. Prepare a cobertura: derreta o chocolate, em banho-maria ou no microondas, juntamente com as natas e mexa até obter uma mistura uniforme.
  8. Quando o bolo estiver completamente frio, cubra com o creme de chocolate e distribua as nozes. 

Bom apetite!

 

(1) Comer por “gula” não significa ter compulsão alimentar. Isso é mito. Gostar muito de comer não significa ter uma compulsão alimentar. Exagero alimentar é diferente de compulsão alimentar.

18
Abr24

Frango estufado com Feijão e Puré de Batata

Feijão estufado e puré de batata, um acompanhamento fácil e perfeito!

Sabem o que acontece quando se combina três alimentos perfeitos num só prato? Satisfação a triplicar. Não acreditam? Experimentem vocês mesmos!

IMG_4205.jpeg


Frango estufado com Feijão e Puré de Batata 
(2 doses)

Para o Puré de Batata:

  • 4 Batatas grandes
  • 1/2 colher de sopa de Manteiga
  • 2 colheres de sopa de Leite 
  • Noz-moscada q.b
  • Sal q.b
  • Pimenta preta q.b
  • Água q.b

 

  1. Coloque as batatas (descascadas e cortadas em pedaços) numa panela e adicione água fria suficiente para cobrir. Adicione o sal e pimenta a gosto. Tape com um testo e coloque a ferver em lume alto. Depois, reduza o lume e deixe a cozinhar até que as batatas estejam bem macias, cerca de 15 minutos. Faça o teste com uma faca, esta deve passar com muita facilidade pela batata. Escorra as batatas e esmague utilizando um passe-vite, para a panela em que foram cozidas. Adicione o leite, a manteiga e uma pitada de noz-moscada, retifique o sal e a pimenta, e misture bem.


Para o Frango e o Feijão:

  • 2 Coxas de Frango
  • 1 Chávena de Chá de Feijão Encarnado cozido
  • 4 Colheres de Sopa de Azeite extra-virgem
  • 1 Cebola
  • 3 Dentes de Alho
  • 1 Tomate, maduro
  • 1 Colher de Chá de Paprika fumada
  • 30 ml de Vinho Tinto
  • 1 Folha de Louro
  • 1 Colher de Sobremesa de Salsa fresca, picadinha
  • 1 Colher de Chá de Orégãos secos
  • Sal q.b
  • Pimenta preta q.b
  • 1 Limão

 

  1. Pique a cebola e os dentes de alho, e coloque num tacho, com o azeite. Deixe refogar.
  2. Refresque com o vinho tinto. Junte o tomate fresco (aos bocadinhos). Deixe refogar por 3 minutos. Acrescente um pouco de água se for necessário.
  3. Adicione as coxas de frango, a paprika, o louro, a salsa, os orégãos e tempere com sal e pimenta. Cubra com água quente.
  4. Coloque o lume no mínimo, para que o frango cozinhe lentamente.
  5. Quando faltarem cerca de 15 minutos para terminar a cocção das coxas, junte o feijão e deixe estufar. Quando estiverem prontos desligue o lume, sirva e junte umas rdelas de limão.

Bom apetite!

 

Dicas:

  • O feijão adapta-se muito bem aos sabores, por isso gosto de infundi-lo com um pouco de ervas aromáticas enquanto refoga e umas gotas de limão já no prato.
  • O feijão é composto principalmente por carboidratos, fibras e proteínas, e contém ainda uma quantidade incrível de vitaminas e minerais. O feijão, em particular, pode ajudar a reduzir o colesterol no sangue, é bom para a saúde intestinal e também pode reduzir o aumento do açúcar no sangue que ocorre após a refeição.
16
Abr24

Scones de Batata-doce com Aveia (sem glúten)

À medida que as temperaturas da primavera se aproximam das do verão, beber um copo de leite bem geladinho torna-se um verdadeiro paraíso, especialmente quando inclui um bom Scone como este de Batata-doce e Aveia.

Contrariamente a alguns Scones, que precisam de uma pincelada de ovo ou um pouco mais de tempo no forno para obter aquela cobertura dourada, estes já trazem a graciosa vivacidade incorporada graças à batata-doce, com o seu rico tom. Estes bolinhos são internamente macios e têm o delicioso talento de se combinarem maravilhosamente com os mais variados recheios.

Esta receita é uma ótima forma de aproveitar as sobras de batata-doce e aqui a estrela é transformada num bolinho rico, bem saboroso e lindamente colorido!

IMG_4176.jpeg

 

Scones de Batata-doce com Aveia 
(Sem glúten)

  • 130 de batata-doce cozida
  • 150 g de iogurte sólido natural (usei, skyr)
  • 200 de farinha de aveia
  • 130 g de farinha de milho fina (fubá)
  • 60 g de açúcar amarelo
  • 1/2 colher de chá canela em pó
  • 1 colher de chá fermento em pó
  • colher de chá bicarbonato de sódio
  • 60 g de manteiga com sal


Preparação:

  1. Pré-aqueça o forno a 220ºC.
  2. Coloque numa tigela, as farinhas, o açúcar, a canela, o fermento e o bicarbonato e misture. Com a ponta dos dedos, um esmagador, um garfo ou duas facas, misture a manteiga (fria) até que fique uma mistura parecida com pão ralado grosso.
  3. Triture  a batata-doce cozida com o iogurte, até ficar um creme homogéneo, e depois adicione aos sólidos. Envolva até formar uma massa quebradiça.
  4. Vire a massa sobre a bancada e amasse delicadamente até formar uma massa quase macia (tenha cuidado para não a trabalhar demais). Com um rolo da massa estique gentilmente a massa com cerca de 2-2,5 cm de espessura. Com um cortador de biscoito ou um copo corte os scones e coloque-os num tabuleiro forrado com papel vegetal. Leve ao frigorífico por 30 minutos.

    IMG_4174.jpeg

  5. Coloque no forno durante 15 minutos ou até dourar. Transfira os scones para uma grelha para arrefecerem um pouco e sirva.

Bom apetite!

12
Abr24

Bolinhos de Maçã e Cenoura com Canela

(Sem ovos)

FICHA SENSORIAL - Cor: dourado estrelar; Fragrância: combinado de legumes (cenoura) e especiarias; Sabor: suave e equilibrado.

Uma mestria, com um sabor e textura notáveis. Experimentem estes bolinhos e tenham um momento de descoberta e prazer!

IMG_4125.jpeg


Bolinhos de Maçã e Cenoura com Canela
(Sem ovos)

  • 100 g Maçã, descascada e descaroçada (Fuji)
  • 100 g Cenoura, descascada
  • 75 ml Leite
  • 1 Colher de sopa de Vinagre de Arroz ou de Cidra
  • 200 g Farinha de trigo com fermento
  • 200 g Farinha de milho fina (fubá)
  • 50 g Manteiga com sal
  • 75 g Açúcar mascavado
  • 1 Colher de chá de Fermento em pó
  • 1/2 Colher de chá de Noz-moscada
  • 1 colher de chá de Canela em pó + q.b para polvilhar

 

Preparação:

  1. Triture bem a maçã e a cenoura (raladas) com o leite e o vinagre. Reserve.
  2. Com as pontas dos dedos, misture a manteiga (fria) com a farinha de trigo e a farinha de milho. Acrescente o açúcar, o fermento, a noz-moscada e a canela e misture. Faça uma cova no centro e adicione os líquidos. Envolva até obter uma massa uniforme.
  3. Verta a massa sobre uma superfície enfarinhada, e forme um cilindro com cerca de 5 cm de diâmetro. Com uma faca corte os bolinhos com cerca de 2 cm de espessura. Ou estique a massa com um rolo de cozinha e, usando um cortador de biscoitos ou um copo, corte os biscoitos. Coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal.
  4. Para finalizar, pincele um pouco de leite na parte superfície de cada bolinho e polvilhe com canela.
  5. Leve ao forno pré-aquecido a 220°C, por aproximadamente 15-18 minutos, ou até dourar e cozer por completo. Depois, retire os bolinhos do tabuleiro e deixe arrefecer em cima de uma grelha.

    IMG_4115.jpeg

Bom apetite!

 

Dicas:

  • Usei umas maçãs Fugi, bem madurinhas, que por serem mais doces e terem pouca acidez possibilitam a redução da quantidade de açúcar.
10
Abr24

Bolo de Milho com Pera e Pinhão (sem glúten e ovos)

Sabem aquela textura leve e húmida, típica dos bolos de manteiga, que se dissolve na boca? Deliciosa, no entanto a elevada quantidade de gordura que é adicionada propicia o aumento do nível de colesterol! Então, a pensar na hipercolesterolemia, preparei esta receita sem ovos e com diminuta adição de gorduras saturadas e, para conseguir atingir a humidade e maciez perfeitas, utilizei um queijo "quark" (com teor reduzido de gordura e de hidratos de carbono).

Eis um delicioso bolo, com fruta suculenta aninhada numa massa fofa, húmida e super macia, numa conexão equilibrada, em que uma enaltece a outra. E como se não bastasse, o caviar da floresta (o pinhão), com o seu sabor ímpar, entre o resinoso e o adocicado, de textura aveludada, acrescenta outra dimensão ao bolo!

Sintam o entrelaçar da cremosidade natural com uma suavidade de fundo de rasgos aromáticos e tenham uma experiência sensorial labiríntica!

IMG_4155.jpeg


IMG_4152.jpeg

 

Bolo de Milho com Pera e Pinhão 
(Sem glúten e ovos)

  • 2 peras maduras, mas firmes (usei: Pera Packman’s)
  • 30 g de azeite 
  • 50 g de manteiga com sal
  • 150 g de queijo "quark" baunilha
  • 250 ml de leite magro ou meio-gordo
  • 290 g de farinha de milho fina (fubá)
  • 30 g de farinha de arroz 
  • (15 g) 1 colher de sopa de psyllium (facultativo)
  • 220 g de açúcar mascavado
  • 1/2 colher de chá de noz-moscada
  • (14 g) 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 1 colher de sopa (cheia) de açúcar mascavado+1 colher de chá de canela em pó (p/ polvilhar a forma)
  • pinhões tostados q.b


Preparação:

  1. Unte uma forma com manteiga e polvilhe com a mistura de açúcar mascavado e canela.
  2. Descasque as peras, corte-as em quartos e retire os caroços. Corte cada um em três fatias. Disponha as fatias de pera em forma de leque pelo fundo da forma.

    IMG_4131.jpeg

  3. Numa taça, misture com uma colher, o azeite, a manteiga derretida e o queijo "quark". Adicione o leite, aos poucos, mexendo sempre. 
  4. Numa tigela, misture as farinhas (peneiradas), o psyllium, o açúcar, a noz-moscada e o fermento. De seguida, envolva os líquidos até obter uma massa uniforme. (A massa fica bastante espessa.)
  5. Coloque, cuidadosamente, colheradas de massa por cima das peras e depois alise ligeiramente.

    IMG_4135.jpeg

  6. Leve ao forno pré-aquecido a 180 °C por cerca de 35 minutos ou até visualizar uma crosta dourada e ao inserir um palito no centro do bolo este sair seco.

    IMG_4139.jpeg

  7. Coloque um prato de servir sobre o bolo e vire com cuidado. Distribua os pinhões tostados sobre o bolo.
  8. Deixe arrefecer completamente e, se pretender, polvilhe com um pouco de açúcar em pó antes de servir.

Bom apetite!

 

Dicas:

  • Muitas variedades de pera funcionam, mas a Pera Packman’s tem uma textura maravilhosa. A polpa é cremosa, muito suave, consistente, aromática e sumarenta.
07
Abr24

Sarda e Batatas Assadas com Alho e Ervas Aromáticas: para apreciar na hora, e depois, de cozinhar!

Hum, desta vez não vou perder-me em palavras, deixo apenas a sugestão para comerem mais vezes peixe!

IMG_4104.jpeg


Sarda e Batatas Assadas com Alho e Ervas Aromáticas

  • 3 sardas, escaladas
  • 500 g batatas (para cozer)
  • água q.b
  • 4 colheres de sopa vinho branco
  • sal q.b
  • pimenta preta q.b
  • 6 dentes de alho
  • 4 colheres de sopa de azeite
  • 1/2 colher de sopa de orégãos secos
  • 1 colher de sopa de salsa fresca, picadinha
  • 1 couve penca, grande


Preparação:

  1. Descasque as batatas e corte-as aos bocados. Coza em água com um pouco de sal. As batatas devem ficar "al dente" para que não se desfaçam quando forem envolvidas na marinada e porque ainda vão ao forno. Quando a água começar a ferver, baixe o lume e deixe cozinhar por apenas 5 minutos. Depois, escorra a água. Junte 2 dentes de alho picadinhos, 2 colheres de sopa de azeite, pimenta a gosto e a salsa picadinha, envolva cuidadosamente nas batatinhas. A meio do tempo da assadura do peixe coloque-as no tabuleiro, à volta do peixe. Adicione um fio de azeite.
  2. Coloque num tabuleiro, o vinho branco, 2 dentes de alho picadinhos, 2 colheres de sopa de azeite e os orégãos e misture. Envolva o peixe na marinada, tempere com sal e pimenta. Leve ao forno a 200ºC por cerca de 30 minutos, virando cuidadosamente a meio do tempo. Deixe assar até que o peixe e as batatinhas estejam dourados.
  3. Entretanto lave a couve e corte-a em tiras. Coloque-a num tacho e deixe cozer em água temperada com sal. Quando a água começar a ferver, baixe o lume e coza-a em lume brando por cerca de 10 minutos. Escorra, adicione um fio de azeite e junte 2 dentes de alho picadinhos. Salteie durante alguns minutos.
  4. Pronto a servir!

Bom apetite!

04
Abr24

Regresso ao equilíbrio: Cogumelos Shiitake estufados com Puré de Batata

Depois destes "dias doces" estava na altura de voltar ao equilíbrio! O almoço de hoje, teve sabor e leveza!

Para "fugir" ao rotineiro arroz, preparei um puré bem aveludado e gostoso! Soube bem, muito bem! Uma dupla satisfação, uma durante e outra após a refeição.

IMG_4094.jpeg


Cogumelos Shiitake estufados com Puré de Batata
(2 doses)

  • 1 Cebola
  • 2 Dentes de Alho
  • 1 Tomate maduro
  • 4 colheres de sopa de Azeite Virgem-Extra
  • 1 colher de chá de Mistura de Especiarias Orientais 
  • 1 colher de sopa de Vinho Branco 
  • Salsa fresca
  • 100 g de Cogumelos Shiitake
  • 1 Cenoura pequena 
  • 1 chávena de chá de Ervilhas
  • 1/3 Couve lombarda 
  • 4 Batatas grandes
  • 1/2 colher de sopa de Manteiga
  • 2 colheres de sopa de Leite 
  • Noz-moscada q.b
  • Sal q.b
  • Pimenta preta q.b
  • Água q.b

 

Preparação:

  1. Prepare o puré: coloque as batatas (descascadas e cortadas em pedaços) numa panela e adicione água fria suficiente para cobrir. Adicione o sal e pimenta a gosto. Tape com um testo e coloque a ferver em lume alto. Depois, reduza o lume e deixe a cozinhar até que as batatas estejam bem macias, cerca de 15 minutos. Faça o teste com uma faca, esta deve passar com muita facilidade pela batata. Escorra as batatas e esmague utilizando um passe-vite, para a panela em que foram cozidas. Adicione o leite, a manteiga e uma pitada de noz-moscada, retifique o sal e a pimenta, e misture bem.
  2. Lave rapidamente os cogumelos em água fria. Eles são muito porosos, por isso não devemos mergulhá-los na água. Corte os cogumelos ao meio. Reserve.
  3. Leve um tacho ao lume com o azeite e a cebola picada. Deixe refogar um pouco, adicione os dentes de alho picados e o tomate pelado aos bocadinhos. Desfaça o tomate com a ajuda de uma colher. Junte a mistura de especiarias orientais. Deixe cozinhar durante 2 minutos. Junte o vinho branco e deixe evaporar o álcool.
  4. Adicione os cogumelos, a cenoura (cortada em cubos) e a salsa picadinha (a gosto). Acrescente um pouco de água e tempere com sal e pimenta (a gosto). Depois de ferver, deixe cozinhar por cerca de 10 minutos em lume brando. De seguida, acrescente o repolho (cortado em juliana) e as ervilhas. Se for necessário acrescente um pouco de água. Deixe cozinhar por 10 minutos. Retifique o tempero se necessário.
  5. Retire e sirva de imediato com o puré.

Bom apetite!

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Direitos de Autor

Todas as fotografias publicadas são da minha autoria, incluindo a sua edição. Por favor, não utilizem as minhas fotografias sem a minha autorização. Muito obrigada.

Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub