Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

7 Dias Nutridos de Sabores

Sou uma apaixonada pelo mundo da cozinha e tenho o gosto de partilhar as minhas receitas favoritas. Considero este blog como o meu encantador livro de receitas. Receitas ricas de aromas e sabores memoráveis.

7 Dias Nutridos de Sabores

28
Fev23

Scones de Batata-doce, Laranja e Kefir

Com o regresso do frio e da chuva, os scones e uma chávena de chá reconfortam o corpo e o espirito!

A receita é muito fácil de fazer e, acreditem, vão ficar com um cheirinho sublime na vossa casa.

B3293026-A727-4B53-8C23-F7E7D75D92A7.jpeg

 

Scones de Batata-doce, Laranja e Kefir

  • 150g de Batata-doce cozida (escorrida)
  • 300g de Kefir natural
  • 250g de Farinha de Trigo com fermento
  • 20g de Açúcar amarelo
  • Raspa de 1 Laranja
  • 1/2 Colher de Café de Canela em pó
  • 1 Ovo

Preparação:

  1. Pré-aqueça o forno a 200º C.
  2. Coloque num copo a batata-doce e o kefir, e reduza a puré com a varinha mágica. Reserve.
  3. Numa tigela, coloque a farinha, o açúcar, a raspa da laranja e a canela. Misture. 
  4. Faça um buraco no centro da mistura de farinha, acrescente o puré e o ovo (levemente batido). Misture com uma faca de manteiga.

    1EDFA385-E84B-4B7A-8786-D8DE9F97CB83.jpeg

  5. Num tabuleiro de ir ao forno, coloque uma folha de papel vegetal, polvilhe com um pouco de farinha, e forme montinhos de massa com uma colher de sopa.
  6. Leve ao forno, cerca de 20 minutos, até dourarem. Não abra o forno antes dos 15 minutos, para não libertar o vapor, uma vez que os scones podem não crescer.

Bom apetite!

 

Dicas:

  • A massa destes Scones tende a ser um pouco mais húmida, por causa da Batata-doce.
26
Fev23

Feijoada com Tofu fumado e Pleurotus ostreatus

(Acompanhada com Arroz Thai Jasmim)

Habitualmente, quando se pensa em Feijoada, pensa-se em comida de conforto. O que, na maioria das vezes, significa uma refeição gordurosa, calórica e de difícil digestão! Ora, não neste caso!

Esta Feijoada vegetariana com cheiros, sabores e texturas incríveis, além de ser uma refeição deliciosa é saudável! E, claro, o mais importante... conquista paladares podendo ser  saboreada em conjunto! 

Comida de conforto é aquela que acalenta a alma, satisfaz o estômago e enche o coração!

2929717F-8300-4173-91FF-D4DE9E9563F3.jpeg

 

Feijoada com Tofu fumado e Pleurotus ostreatus

(Para 4 pessoas)

Para o Arroz Thai Jasmim:

  • 225g de Arroz Thai Jasmim
  • 1 Dente de Alho, picadinho 
  • 1 Cebola pequena, picadinha 
  • 450ml de Água
  • 1 pitadinha de Noz-moscada
  • 1 Fio de Azeite
  • 1/3 Cenoura, ralada (opcional)
  • Sal marinho (a gosto)

Preparação:

  1. Coloque num tacho, o fio de azeite, a cebola, o alho, a noz-moscada e o arroz (lavado e bem escorrido). Adicione a água (a ferver), a cenoura, o sal, e mexa com uma colher. Deixe cozer por 12 minutos. Desligue o lume e deixe, uns minutos, a descansar com a tampa.

 

Para a Feijoada:

  • 500g de Feijão Azuki
  • Alga Kombu q.b
  • 2 Cebolas médias
  • 4 Dentes de Alho
  • 3 Colheres de Sopa de Azeite
  • 2 Tomates maduros, pelados
  • 1 Folha de Louro
  • 30ml de Vinho Branco
  • 1 Cenoura grande
  • 200g de Tofu fumado
  • 250g de Cogumelos frescos (Pleurotus ostreatus)
  • 3 Repolhos (+/-300g)
  • 1 Colher de Chá de Cominhos
  • Paprika fumada (a gosto)
  • Sal marinho e Pimenta preta (a gosto)
  • Salsa fresca (a gosto)


Preparação :

  1. Na noite anterior coloque o feijão azuki (juntamente com um pedaço de Alga Kombu) a demolhar  - com uma boa quantidade de água em relação à quantidade de feijão, cerca do triplo - por, pelo menos, 12 horas de antecedência. 
  2. Após a demolha, descarte toda a água. Coloque numa panela (sem pressão) o feijão e a alga (que além de dar sabor, também ajuda na digestão das leguminosas), com 1,5L de água. Deixe a água aquecer em lume alto e depois, quando começar a ferver, reduza para lume médio. Junte uma pitada de sal e deixe cozer, por cerca de 40 minutos. Desligue e deixe repousar 10 minutos. Reserve a água para colocar mais tarde na feijoada.
  3. Passe o tofu por água corrente e seque com um pano ou um guardanapo de papel. Corte em cubos e reserve.
  4. Limpe os cogumelos e corte aos pedaços. Reserve.
  5. Num tacho, coloque o azeite e refogue a cebola e o alho picadinhos, até dourarem (sem queimar).
  6. Junte o tomate (aos bocadinhos), a paprika fumada, os cominhos e a folha de louro. Deixe apurar, por uns minutos.
  7. Adicione o tofu, os cogumelos, a cenoura (em rodelas), o vinho, uma pitada de sal e um pouco de água da cozedura do feijão.  Deixe cozinhar, em lume médio, durante 10 minutos.
  8. Enquanto isso, separe as folhas do repolho e lave-as em água corrente. Coza ligeiramente, numa panela pequena, em água temperada com 1 colher de chá de sal marinho. Escorra a água e reserve.
  9. Acrescente, no tacho, o feijão escorrido e um pouco da água da sua cozedura. Mexa e ajuste o sal e a pimenta. Deixe cozinhar, em lume brando, durante 10 minutos.
  10. Junte o repolho e deixe apurar, por mais 10 minutos. Junte a salsa picadinha e um raminho (para decoração).
  11. Sirva quente acompanhada com Arroz Thai Jasmim.

Bom apetite!

 

Dicas:

  • Os enchidos passam para a feijoada um sabor fumado delicioso, é verdade, o problema é que são pouco saudáveis devido a conterem elevadas quantidades de sal, conservantes e aditivos. Deixe o seu consumo para ocasiões especiais e, de preferência, reduza a quantidade.
  • O tofu fumado (uma variação do tofu natural) além de dar o sabor fumado à feijoada, é uma magnifica alternativa à carne já que possui um alto teor de proteína e contem os 8 aminoácidos essenciais, que contribuem para o crescimento e manutenção da massa muscular. O tofu tem um baixo teor de gordura saturada e não contém colesterol além disso é fonte de ferro, magnésio e cálcio.
25
Fev23

Romeu & Julieta envolvidos num Pão Integral

Dispor de um bom pão em casa, é fundamental no corre-corre do dia-a-dia!

Ontem, aproveitei a confecção do Pão Caseiro com Farinha Integral para preparar um lanche... Nobre. Depois de 40 minutos a resistir ao cheirinho do pão quente, finalmente, pude fatia-lo e  envolvê-lo com a Marmelada (Romeu) e o Queijo fresco (Julieta). O resultado, foi um momento poético! Em, algumas, palavras... espiritual, delicioso e delicado!

B3AD823D-5CC8-427D-A156-96E2A196286A.jpeg

 

Sanduíche "Romeu & Julieta"


Preparação:

  1. Corte duas fatias de pão e disponha-as num prato.

    D2201204-F3CD-4B4F-A808-A2F419F306E6.jpeg

  2. Barre uma fatia com marmelada e coloque o queijo fresco, em fatias, por cima. Distribua as nozes.

    F26DE3D7-3C42-4979-B2C2-A95CADAEF645.jpeg

  3. Tape com a outra fatia de pão e sirva.

Bom apetite.

24
Fev23

Pão Caseiro com Farinha Integral

Realmente não há nada como ter o nosso próprio pão caseiro! Este pão tem uma crosta douradinha e um interior macio, com um ligeiro sabor a nozes. Yummm! 

Graças à textura/estrutura da massa fatia-se o pão facilmente, ideal para se fazer sanduíches ou torradas. 

A receita é bastante versátil, portanto, sintam-se à vontade para substituir a farinha de trigo integral por farinha de aveia integral,  ou centeio, se desejarem.

Uma receita de Pão com Farinha Integral que todos nós necessitamos!

FAC80121-7862-4747-8710-13AFED4A6EB6.jpeg

FA656805-E93D-455A-BEE7-A48A7F2CCD89.jpeg

 

Pão Caseiro com Farinha Integral

  • 250g de Farinha de Trigo T65
  • 250g de Farinha de Trigo Integral T150
  • 360ml de Água
  • 10g de Açúcar Mascavado
  • 7g de Fermento de Padeiro Seco
  • 40g de Azeite extra-virgem
  • 9g de Sal 
  • 1 Clara de Ovo
  • 2 Colheres de Sopa de Sementes de Sésamo


Preparação:

  1. Coloque as farinhas numa tigela, junte 310ml de água morna e misture. Tape a tigela, com película, e deixe descansar durante 30 minutos.
  2. Adicione o azeite e amasse, com uma batedeira (com ganchos), em velocidade baixa, durante 2 minutos.
  3. Junte o fermento, o açúcar, o sal e 50ml de água. Amasse, cerca de 8 minutos.
  4. Forme uma bola com a massa, coloque numa tigela (untada com azeite) e tape com película. Deixe levedar cerca de 2 horas.
  5. Vire a massa, numa superfície polvilhada com farinha, e forme um rolo. Acerte levemente a massa dos lados, para formar um retângulo (sem apertar).
  6. Coloque num tabuleiro, forrado com papel vegetal, e guarde num local sem correntes de ar. Deixe levedar cerca de 1 hora.
  7. Pré-aqueça o forno a 220ºC, durante 10 minutos, com uma assadeira no fundo.
  8. Pincele a superfície da massa com a clara de ovo e polvilhe com as sementes de sésamo.
  9. Coloque o tabuleiro no forno e lance 1/2 copo de água para dentro da assadeira, para criar bastante vapor. Feche de imediato a porta do forno. Deixe cozer durante 20 minutos.
  10. Retire o pão do forno e deixe arrefecer em cima de uma grelha. Deixe o pão arrefecer completamente, antes de cortar.

Bom apetite!

22
Fev23

Sopa de Miso com Shiitake e um jardim de Vegetais

Ontem foi dia de Brunch e estava-me a apetecer uma refeição leve e simples, para equilibrar as coisas, depois de um festim no fim-de-semana. Então lembrei-me, que me podia refastelar com uma tigela de Sopa de Miso com Cogumelos Shiitake e Vegetais. Em apenas 10 minutos, consegui ter uma sopa saudável, deliciosa e natural! 

Asseguro que, nesta Sopa vegan/vegetariana, cada colherada está carregada de sabor umami! 

524BAD87-1226-40E1-965C-3FE6B24C6592.jpeg

 

Sopa de Miso com Cogumelos Shiitake e Vegetais

(Para 4 pessoas)

  • 1L de Água
  • 8 Cogumelos Shiitake frescos
  • 1 Cenoura, pequena
  • 1 Batata-doce, pequena
  • 1 Pastinaca, pequena
  • 1 Alho francês
  • 2 Colheres de Sopa de Miso Branco de Arroz Integral


Preparação:

  1. Coloque a água a ferver, numa panela.
  2. Adicione a cenoura e a pastinaca (cortados em cubinhos ou "flores"), e cozinhe durante 2 minutos.
  3. Junte a batata-doce (cortada em cubinhos ou "flores"), o alho francês (cortado em rodelas finas) e os cogumelos (inteiros).
  4. Cozinhe até ficarem macios, cerca de 8 minutos. O tempo de cozedura, depende do tamanho dos legumes e dos cogumelos.
  5. Desligue o lume e misture o miso.
  6. Coloque numa tigela e sirva a sopa.

Bom apetite!

 

Dicas:

  • Em vez da cenoura, pode utilizar: abóbora manteiga/ hokkaido ou japonesa.
21
Fev23

Pão com Azeitonas, Alho e Ervas Aromáticas

(Com Biga)

O Pão com Azeitonas, Alho e Ervas Aromáticas é uma orquestra, com uma sinfonia de sabores e aromas, admirável!

Este pão caseiro, além de ser muito saboroso, é confecionado através de um processo de fermentação longa, resultando, indiscutivelmente, numa massa de digestão bastante mais fácil. Por isso, respeitar o tempo de fermentação é importante para que se evite que a mesma ocorra no estômago (o que pode acontecer na fermentação rápida) e, além disso, diminui a probabilidade de se ter aquela sensação de inchaço e azia após a ingestão do pão.

BB76A8BC-B5EA-4B98-B1EB-005B3B50C4EB.jpeg

CBCA0D32-589A-4C86-9433-F505832F3591.jpeg

Pão com Azeitonas, Alho e Ervas Aromáticas 

Para a Biga (pré-fermento):

  • 200g de Farinha de Trigo T65
  • 2g de Fermento de Padeiro seco
  • 120g de Água

Preparação:

  1. Coloque numa tigela pequena a farinha e o fermento, e depois junte a água morna. Misture até obter uma massa homogénea.

    F2F8A465-63C7-4CFE-A42E-2E38363363D7.jpeg

  2. Tape a tigela, com película, e deixe levedar durante 12 horas, à temperatura ambiente.
  • Costumo fazer à noite para utilizar no dia seguinte. No verão pode fazer de manhã e utilizar à tarde.

 

Para a Massa final:

  • Massa da Biga
  • 300g de Farinha de Trigo T65
  • 4g de Fermento de Padeiro seco
  • 200g de Água 
  • 1 Colher de Sopa (cheia) de Azeite
  • 2 Dentes de Alho
  • 1 Colher de Sopa de Ervas Aromáticas secas, a gosto (Orégãos, Tomilho, Alecrim, Manjericão, Ervas de Provence)
  • 9g de Sal
  • 100g de Azeitonas, descaroçadas (verde, preta, kalamata)

 

Preparação:

  1. Numa tigela, coloque a massa da Biga e a água morna. Amasse durante 1 minuto.

    D92A8986-145B-4E63-A1C0-DE48A5A7EFA6.jpeg

  2. Adicione a farinha, as ervas aromáticas, o sal, o azeite, o alho esmagado (com o esmagador de alhos) ou picadinho e o fermento. Amasse durante 10 minutos ou até obter o ponto de véu da massa.
  3. Junte as azeitonas, aos pedaços, e amasse à mão até ficar misturado.
  4. Coloque a massa numa tigela untada com azeite. Tape com película e deixe levedar durante 2 horas.

    50C438A0-FEE4-402A-9970-ACF7F897316B.jpeg

  5. Despeje a massa numa superfície enfarinhada. Dobre a massa, por cima dela mesma, duas vezes, para enrolar o pão. Acerte levemente a massa dos lados, para formar um retângulo (sem apertar).
  6. Coloque a massa num tabuleiro, forrado com papel vegetal. Tape com um pano humedecido e deixe levedar cerca de 1 hora.

    8DC85D3D-3E40-476F-91ED-8B904BAE0ABF.jpeg

  7. Pré-aqueça o forno a 220ºC, durante 10 minutos, com uma assadeira pequena no fundo do forno.
  8. Coloque o tabuleiro no forno e lance 1/2 copo de água para dentro da assadeira, para criar bastante vapor. Feche de imediato a porta do forno. Deixe cozer durante 20 minutos.
  9. Retire o pão do forno e deixe arrefecer em cima de uma grelha.

Bom apetite!

 

Dicas:

  • Congelar o Pão, sim ou não? Sim, sem dúvida. É a melhor forma de manter o pão sempre fresco. Corte o pão em fatias e, assim, utiliza apenas a quantidade que necessita, além de descongelar mais rápido. Guarde dentro de um saco de plástico, é o mais aconselhável. O pão aguenta bem no congelador durante 3 meses.
20
Fev23

Bilharacos de Abóbora e Cenoura

Comer Bilharacos é no Natal, dizem os tradicionalistas! Quem é que liga a isso!? Além do que, Natal é sempre que quisermos! E como Natal, para mim, significa amor, paz e partilha, confecionei estes apetitosos Bilharacos de Abóbora e Cenoura, que deliciei em união familiar.
Agora, com esta receita muito fácil, vocês podem fazer o mesmo na companhia da vossa família e/ou amigos!

8A9CE5A5-6A32-4C30-81FD-9D1D1FC4EBF5.jpeg


F6C71E37-24BA-44E4-80CF-7C48DD59E24B.jpeg

 

Bilharacos de Abóbora e Cenoura

  • 1.600Kg de Abóbora Menina ou Manteiga (descascada e sem pevides)
  • 125g de Cenoura (descascada)
  • Sal q.b
  • 1 Gema de Ovo
  • 55g de Açúcar Amarelo
  • 1 Colher de Sopa (cheia) de Vinho Moscatel
  • 50g de Farinha de Trigo sem fermento (aproximadamente)
  • 60g de Frutos secos (nozes, avelãs, amêndoas, pinhões) 
  • Óleo, para fritar 
  • Para polvilhar: 2 c. sopa de açúcar; 2 c. de sopa de canela em pó

 

Preparação:

  1. Na véspera, descasque a abóbora e a cenoura, coloque numa panela e coza em água com uma pitada de sal. De seguida, vire para dentro de um saco de pano e deixe escorrer, pendurado, para que enxugue, de preferência, de um dia para o outro.
  2. No dia seguinte, depois de escorrer (pode apertar bem o pano para perder quase toda a água), coloque a polpa de abóbora e cenoura numa tigela. (Fiquei com 460g de polpa, escorrida).
  3. Adicione a gema de ovo, o açúcar e o vinho Moscatel. Misture muito bem com as mãos.
  4. Adicione a farinha e misture. Se preferir uma massa mais consistente, adicione um pouco mais de farinha. A massa não deve ficar nem demasiado mole (de forma a que possa ser frita às colheradas), nem muito rija.
  5. Acrescente os frutos secos e envolva bem.

    3082EA0F-8597-4342-9BC5-23F4B027290B.jpeg

  6. Com a ajuda de 2 colheres de sopa, forme os bolinhos (em quenelle) e frite em óleo quente, até ficarem bem douradinhos de ambos os lados.
  7. Coloque os bolinhos a escorrer em papel de cozinha, para retirar o excesso de óleo.
  8. Misture o açúcar com a canela e passe os bolinhos.

Bom apetite!

18
Fev23

Rabanadas de Abóbora

Gostariam de comer uma Rabanada profundamente cremosa? Aqui está ela!

Assumo, no início estava um pouco reticente mas, depois de provar a mistura de abóbora com o leite aromatizado fiquei bastante entusiasmada. E, de facto, fica... deliciosamente cremosa! A abóbora realça o sabor clássico da rabanada e cria uma mistura rica, semelhante a um creme, que cobre as fatias do pão (aumentando a camada externa). E o interior da rabanada fica com uma consistência tipo pudim.

Tal como fiz nas Rabanadas de Leite, confeccionei estas Rabanadas com leite sem lactose para poderem ser experienciadas por todos, incluindo os intolerantes à lactose.

Podem preparar estas rabanadas durante a semana ou, façam como eu, no fim-de-semana quando posso sentar, descontrair e apreciar.

CFB967B7-D7AA-4C25-AE42-27C22ED755CD.jpeg

341BF397-17EA-4EC4-BA56-BF75E1ACF793.jpeg


Rabanadas de Abóbora 

  • 8 fatias de Pão de Cacete (fatias cortadas com 2 cm de largura; pão do dia anterior)
  • 100g de Abóbora manteiga ou menina, cozinha (escorrida)
  • 500ml de Leite meio-gordo (sem lactose)
  • 50g de Açúcar Amarelo
  • 3 cascas de Limão
  • 1/2 colher de café de Canela em pó 
  • ¼ colher de café de Noz-moscada
  • 1 ovo L
  • 1 colher de sobremesa de Vinho do Porto 
  • +-450ml de Óleo, para fritar
  • Para polvilhar: 2 colheres de sopa de Açúcar; 1 colher de sopa de Canela

 

Preparação:

  1. Coza uma rodela pequena de abóbora, sem casca e pevides, com uma pitadinha de sal. Depois, escorra e reserve.
  2. Ferva o leite, numa panela, com o açúcar, as cascas de limão, a canela e a noz-moscada. Quando ferver, desligue o lume.
  3. Junte a abóbora, retire as cascas do limão, e triture com a varinha mágica.
  4. Deixe repousar (com tampa) durante 20 minutos;
  5. Coloque a mistura de abóbora numa travessa de vidro e demolhe as fatias de pão. Utilize as mãos para espalhar a mistura, cobrindo todos os lados do pão. Reserve durante 20 minutos e vá virando, com muito cuidado, as fatias de 5 em 5 minutos, para ficarem bem húmidas;
  6. Bata muito bem o ovo com o vinho do Porto, com a ajuda de um garfo, numa travessa de vidro;
  7. Passe cada fatia de pão no ovo, à medida que for fritando. (A mistura de abóbora é muito mais espessa do que a mistura de leite tradicional das rabanadas, portanto, pode ser necessário retirar um pouco antes de passar no ovo).
  8. Frite em lume médio e óleo abundante, dos dois lados, até ficarem douradinhas. Reduza o lume conforme for necessário para cozinhar completamente sem queimar.
  9. Coloque as fatias a escorrer em papel de cozinha, para retirar o excesso de óleo;
  10. Misture o açúcar com a canela e passe as fatias, uma de cada vez.

Bom apetite!

 

Dicas:

  • Pão – Sempre que fizerem rabanadas utilizem o pão do dia anterior, pois vai absorver melhor o líquido, e evitem fatias finas de pão, cortem fatias grossas (2cm ou 2,5cm).

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Direitos de Autor

Todas as fotografias publicadas são da minha autoria, incluindo a sua edição. Por favor, não utilizem as minhas fotografias sem a minha autorização. Muito obrigada.

Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub